Notícias

Casal de japoneses é preso por obrigar filha a comer 30 peixes de aquário

Cardume de peixes dourados (Foto: 123RF Stock Photos / Free) Todos os direitos reservados. 900x600 | 19/02/2016.

Em 2015, o mesmo casal foi detido quatro vezes por maus tratos à filha, que inclui queimar a língua da jovem com cigarro.

Um casal foi preso em Fukuoka, no sudoeste do Japão, depois de ter forçado a filha adolescente a comer 30 peixes da espécie dourado que viviam em um aquário na residência da família, segundo informou a imprensa japonesa no meio desta semana.

Segundo a polícia local, a mãe, Yuko Ogata, e o companheiro, Takeshi Egami, alegaram que cometeram o ato porque consideravam que a filha não cuidava da limpeza do aquário, bem como não os alimentava direito, conforme noticiou a ‘TV Asahi’ na última terça-feira (16).

Mediante a isso, o casal decretou que os peixes ornamentais deveriam ser mortos, como forma de “aplicar uma lição na filha”. Eles despejaram detergente no aquário e, em seguida, obrigaram a adolescente a comer cada um dos 30 peixes. Segundo emissora japonesa ‘ANN News’, o abuso aconteceu na cidade de Fukuoka, em junho de 2015 – na época, a jovem tinha 16 anos.

A ‘TV Asahi’ informou que Ogata e Egami já tinham precedentes de abusos contra a menor. Segundo a polícia, a jovem tem sido constantemente torturada pelo casal. Só no ano passado, Ogata e Egami foram detidos quatro vezes por abuso contra a menor.

Os motivos dessas detenções incluem amarrar a jovem na cama com uma corda e agredi-la com socos no rosto. Entretanto, o pior abuso, segundo a ‘TV Asshi’, foi queimar a língua da menina com um cigarro.

O Japão é notório pelo grande número de casos de abusos contra crianças. Segundo o Ministério da Saúde, somente no ano fiscal de 2015, que compreende abril de 2014 a março de 2015, os centros de atendimentos a menores receberam 88.931 denúncias de casos de abusos físicos e psicológicos cometidos contra crianças em todo o país.

Além disso, a incidência de maus-tratos a idosos atingiram níveis recordes no Japão. Dados recentes do Ministério da Saúde apontam que o país registrou o recorde de 300 casos de abusos contra idosos entre abril de 2014 e março de 2015.

Nesta semana, a morte de um idoso ganhou destaque internacional. De acordo com a agência de notícias Kyodo, a polícia prendeu um ex-funcionário de um asilo na província de Kanagawa, leste do Japão, por jogar um homem de 87 anos pela varanda do centro de repouso, o idoso morreu após a queda.

Mais tarde, ele confessou que matou outras duas idosas, de 86 e 96 anos, nas mesmas circunstâncias. Elas foram jogadas pela varanda do 4º e do 6º do mesmo asilo, entre novembro e dezembro de 2014, conforme noticiou a ‘Kyodo’.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*