Notícias

Bolsa de Tóquio inicia semana em queda

O Nikkei teve leve baixa de 0,09%, após recuar 1,17% na sessão anterior.

Do Mundo-Nipo com Agências

A Bolsa de Valores de Tóquio fechou em baixa nesta segunda-feira (20), seguindo o movimento de perdas nas bolsas dos Estados Unidos e da Europa, que tiveram queda acentuada na sexta-feira (17), diante de renovadas preocupações sobre a crise na Grécia.

O Nikkei 225, índice que reúne as empresas mais negociadas da bolsa japonesa, caiu 18,39 pontos, leve baixa de 0,09% ante o fechamento anterior, encerrando aos 19.634,49 pontos, após recuar 1,17% na sexta-feira.

Já o indicador Topix, que agrupa os valores da primeira seção em Tóquio, teve recuo de 6,01 pontos, desvalorização de 0,38% ante o fechamento anterior, encerrando o dia aos 1.582,68 pontos.

Logo na abertura das negociações, o Nikkei já operava em baixa, puxado pelas fortes perdas nos mercados acionários de Nova York e da Europa na última sessão da semana passada, quando o Fundo Monetário Internacional (FMI) recusou o pedido da Grécia para postergar o reembolso dos empréstimos.

O movimento de baixa deste começo de semana na capital japonesa ocorreu apesar de novos esforços da China para impulsionar o crescimento. O Banco do Povo da China (PBoC) anunciou no domingo um corte de um ponto porcentual no depósito compulsório das instituições financeiras comerciais. Agora, os bancos devem manter 18,5% de seus depósitos na reserva do banco central, ante 19,5% anteriormente.

Alguns analistas disseram que a medida do PBoC pode ter sido interpretada de maneira negativa pelos investidores, uma vez que ilustra preocupações elevadas no governo sobre o enfraquecimento econômico.

A bolsa japonesa também foi influenciada pelo enfraquecimento do dólar em relação ao iene, o que prejudica as exportadoras do Japão, uma vez que suas receitas são registradas em dólar.

Com isso, as montadoras lideraram as perdas entre as empresas sensíveis ao câmbio. A Toyota caiu 0,4% e a Honda declinou 1,2%.

Por outro lado, companhias aéreas e farmacêuticas postaram ganhos em Tóquio, lideradas pela Japan Airlines, que subiu 1,6%, e pela Takeda Pharmaceutical, que saltou 2,1% depois de anunciar na sexta-feira um acordo de 10 anos com a Universidade de Kyoto para pesquisar em conjunto tecnologias envolvendo células-tronco.

(Com informações das Agências ‘Estado’ e ‘Kyodo’)

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*