Notícias

Afrouxamento monetário poderá ocorrer por compra de ativos, diz BC do Japão

Kuroda disse que não pretende adotar juros negativos agora, usando como exemplo a política monetária adotada pelos EUA.

O presidente do Banco do Japão (BoJ, banco central japonês), Haruhiko Kuroda, disseu nesta quinta-feira (21) que, provavelmente, qualquer afrouxamento monetário ocorrerá através de uma expansão do seu já maciço programa de compra de ativos, isso porque a autoridade monetária afirmou que não pretende adotar uma política de taxa de juros negativa no momento.

Falando aos membros do Parlamento nesta quinta-feira, Kuroda usou como exemplo a política monetária do Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos). “”Há prós e contras em se adotar taxa de juros negativa […] O Federal Reserve não adotou uma taxa de juros negativa e, ainda assim, sua política [monetária] foi bem sucedida em estimular a economia norte-americana”, explicou ele.

Segundo informações da agência de notícias ‘Reuters’, há muita especulação sobre o Banco do Japão em expandir seus maciços estímulos já na próxima revisão da política monetária que ocorre na semana que vem. Isso porque os custos do petróleo vem despencando, o que deixa a inflação mais longe da sua meta de 2% e afeta a confiança empresarial junto com as quedas dos mercados acionários.

Apesar disso, Kuroda manteve o otimismo com a economia japonesa, afirmando que ela continua a se recuperar em um ritmo moderado, o que mantém a inflação numa tendência de alta, conforme noticiou a ‘Reuters’.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários