Notícias

Premiê japonês pede desculpas pela série de escândalos em seu governo

Shinzo Abe | Foto: Arquivo / Reprodução / YouTube / Reuters

Os escândalos incluem assédio sexual e corrupção no Ministério das Finanças do Japão.

Atualizado em 22/04/2018


O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, pediu desculpas por uma série de escândalos envolvendo Ministérios e órgãos de seu governo, informou neste sábado (21) a emissora estatal japonesa ‘NHK’.

De acordo com a emissora, Abe se reuniu em Tóquio, na sexta-feira, com membros do partido governista, o PLD – Partido Liberal Democrata, em assembleias locais, após retornar dos Estados Unidos, onde se reuniu com o presidente americano Donald Trump.

O líder japonês disse que, “como chefe de Estado e comandante-chefe das Forças de Autodefesa, sente grande responsabilidade por gerar desconfiança do público em relação ao sistema administrativo”, destacou a ‘NHK’.

Saiba mais
. Apoio ao premiê do Japão despenca após escândalo de corrupção
. Premiê do Japão quer reconquistar confiança do público
. Japão admite falsificação de documentos envolvendo Shinzo Abe

Escândalos nos Ministérios
Uma autoridade do alto escalão do Ministério das Finanças pediu demissão na quarta-feira após alegações de assédio sexual. O ministério também tem sido criticado pela falsificação de documentos na venda de um terreno estatal para a operadora de uma escola, na qual há acusações de que a primeira-dama, Akie Abe, está envolvida.

O Ministério da Defesa também está sob pressão sobre o manejo de registros de atividades da Força Terrestre de Autodefesa em sua missão no Iraque.

Ainda de acordo com a ‘NHK’, Abe prometeu esclarecer estas questões e desvendar suas causas de modo responsável. Ele disse que vai cumprir sua função como primeiro-ministro através de uma séria reflexão sobre o assunto e uma reforma de base do sistema administrativo.

Do Mundo-Nipo
Fonte: NHK News Japan.

Comentários