Notícias

Imperatriz do Japão faz 83 anos com esperança de paz após abdicação

Imperatriz Michiko (Foto: Arquivo / Poo l/ Zimbio)

Michiko disse que está aliviada em saber que Akihito finalmente descansará após abdicação.

A imperatriz Michiko do Japão completou 83 anos na sexta-feira (20) com pensamentos voltados à ao bem-estar de seu marido, o imperador Akihito. Ela aproveitou a ocasião para expressar alívio em ter a certeza de que Akihito finalmente aproveitará momentos de paz depois de abdicar ao Trono do Crisântemo.

“Sua Majestade [Akihito], depois de se dedicar por tantos anos no papel do Imperador símbolo do Estado [do Japão], agora, em seus anos avançados, poderá passar alguns dias de calmaria e silêncio”, disse Michiko em sua resposta escrita às perguntas da mídia nacional dias antes de seu aniversário.

“A perspectiva [da abdicação] me dá uma sensação incomensurável de alívio”, disse.

De acordo com fontes governamentais citadas pelo jornal ‘The Asahi Shimbun’, o imperador, de 83 anos, deverá abdicar em 31 de março de 2019, último dia do ano fiscal japonês de 1918.

Nas declarações à imprensa, Michiko também abordou as recentes visitas do casal imperial a várias localidades do país neste ano.

“Minhas viagens dentro do Japão este ano foram mais afetadas pelo pensamento de que poderia ser a última vez que eu estava visitando aqueles lugares com Sua Majestade [Akihito] em caráter oficial”, contou a imperatriz em referência à futura abdicação do imperador.

“(…) a beleza de cada lugar me atingiu mais profundamente do que quando viajei pelo país [antes da questão da abdicação], confessou ela.

Michiko também mencionou os árduos esforços dos sobreviventes de bombas atômicas em Hiroshima e Nagasaki em relação ao Prêmio Nobel da Paz deste ano concedido à Campanha Internacional para Abolir Armas Nucleares (ICAN).

Confira na íntegra a declaração da Imperatriz Michiko aos meios de comunicação por ocasião do seu 83º aniversário, fornecido pela Agência Imperial da Casa (em inglês).

Do Mundo-Nipo
Fonte: Asahi Shimbun.

» Veja mais notícias sobre a Família Imperial do Japão

Comentários