Notícias

Tufão deixa 5 mortos, 1 desaparecido e mais de 130 feridos no Japão

Osaka foi a província que mais sofreu com enxurradas e deslizamentos de terra (Foto: Kyodo)

O devastador tufão Lan se encaminha para Hokkaido, onde chegará ainda esta noite.

O número de mortos em consequência da passagem do potente tufão Lan pelo Japão subiu para 5 até esta segunda-feira (23), deixando ainda uma pessoa desaparecida e mais de 130 feridos em consequência de chuvas torrenciais seguidas de fortes ventos, o que provocou inundações, deslizamentos de terra e forçou a evacuação de cerca de 44 mil pessoas.

O 21º tufão da temporada no Pacífico tocou a terra na província de Shizuoka, no sul de Chubu, região central do país, por volta de 3h locais.

Praticamente todos os serviços de transportes foram afetados em uma ampla área do arquipélago, desde o sul ao noste da região central. As duas principais companhias aéreas japonesas, Japan Airlines (JAL) e All Nippon Airways (ANA), cancelaram 170 voos nacionais e internacionais, o que afetou mais de 43 mil passageiros.

No decorrer de 48 horas, O tufão deixou 800 milímetros de precipitações na província de Wakayama e de 700 milímetros em Mie, ambas situadas na costa leste da região central do país.

Entre as vítimas está um homem de 63 anos que foi atingido pela queda de um andaime, um pescador de 70 anos e uma jovem cujo carro foi arrastado pelas águas. As outras duas vítimas são um homem de 80 anos encontrado soterrado em sua residência e um morto dentro de um carro submerso.

Diversos rios do território japonês transbordaram em consequência das chuvas torrenciais, entre eles o rio Uda, em Mie (centro), o rio Yamato, em Nara (centro), e o rio Omoto, em Iwate (nordeste).

Um grande deslizamento de terra ocorreu em Kinokawa, na província de Wakayama (centro), onde uma pessoa desapareceu após o soterramento de uma casa, enquanto a cidade de Kishiwada, em Osaka (centro), foi uma das mais castigadas, registrando o maior número de estradas soterradas por deslizamentos de terra e/ou destruídas por enxurradas provocadas pelas fortes chuvas.

De acordo a Agência Meteorológica do Japão (JMA), o grande tufão enfraqueceu um pouco mais em comparação à ontem e, por volta das 18 horas locais, ele estava localizado a cerca de 300 quilômetros ao sul de Kushiro, na ilha de Hokkaido, no extremo norte do país, movendo-se a uma velocidade de 50 km / h.

A JMA espera que o fenômeno perca a força e rebaixe para a categoria de tempestade tropical ainda esta noite. Mas, ainda assim, o órgão pede atenção à população, já que o mar na costa do Pacífico, do sudeste ao nordeste, continua extremamente agitado, com grandes ondas, ventos potentes e chuvas torrenciais.

Do Mundo-Nipo
Fontes: Agência ANSA | Agência Kyodo.

*Confira fotos dos estragos no Japão causado pelo fenômeno Lan.

Comentários