Notícias

Dólar tem segunda queda seguida e fecha a R$ 3,95

Foto: Shutterstock

É a segunda queda seguida do dólar, que acumula baixa de 1,75% em duas sessões. Mesmo assim, ainda tem valorização de 2,6% em dezembro.

O dólar fechou em queda ante o real nesta quarta-feira (23), o segundo recuo seguido, em um dia de poucos negócios devido à proximidade do feriado de Natal e com um resultado alinhado ao desempenho de outras moedas emergentes no exterior, onde a recuperação do preço de commodities abriu espaço para ajustes.

A moeda norte-americana recuou 0,91%, cotada a 3,9523 reais na venda, após abrir as negociações de hoje em alta, perto dos R$ 4. É a segunda queda seguida do dólar, que acumula baixa de 1,75% em duas sessões.

Na segunda-feira, a moeda dos EUA atingiu o maior nível em mais de dois meses e meio, terminando o dia acima de R$ 4, de acordo com a agência Reuters.

Na semana, o dólar ficou quase estável, com leve alta de 0,14%. No mês, porém, acumula valorização de 2,6% e, no ano, a alta é de 50%.

Os mercados financeiros internacionais operam com maior apetite aos ativos de risco, amparados na alta do preço do barril de petróleo e das principais commodities. Também diminuem as preocupações com a China em meio à expectativa de que novas medidas serão anunciadas pelo governo de Pequim”, disse o operador da corretora SLW João Paulo de Gracia Correa, segundo o G1 Economia.

Outros operadores ressaltaram, porém, que o baixo volume de negócios no câmbio deixou as cotações sensíveis a operações pontuais e acentuou o movimento. O mercado de câmbio funcionará em horário reduzido na quinta-feira, quando deve ter um movimento irrelevante com o mercado futuro fechado.

Bando Central piora projeções
Nesta quarta, o Banco Central do Brasil divulgou, em seu relatório trimestral de inflação, as previsões para o dólar, o PIB (Produto Interno Bruto) e a inflação em 2015.

Para o BC, o dólar deve fechar este ano em R$ 3,90 –mesma projeção feita em setembro. A economia brasileira irá encolher 3,6% e a inflação chegará a 10,8%, segundo o relatório.

As projeções são piores do que as divulgadas no relatório anterior, em setembro, quando o BC falava em encolhimento de 2,7% da economia e inflação de 9,5%.

Atuações do Banco Central no câmbio
O Banco Central deu sequência nesta sessão à rolagem dos contratos de swap cambial (equivalentes à venda futura de dólares) que vencem em janeiro, com oferta de até 11.260 contratos. Até agora, o BC já rolou o equivalente a US$ 9,3 bilhões, ou cerca de 87% do lote total, que corresponde a US$ 10,694 bilhões.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários