Notícias

Bolsa de Tóquio tem 5ª alta seguida e fecha no maior nível desde abril de 2000

A estimativa é que o índice Nikkei chegue aos 20 mil pontos este ano.

Do Mundo-Nipo com Agências

A Bolsa de Valores de Tóquio avançou pela quinta sessão consecutiva, renovando sua máxima em 15 anos nesta terça-feira-feira (24), influenciada por um iene enfraquecido em relação às principais moedas, o que impulsionou as ações de empresas voltadas para a exportação.

O Nikkei 225, índice que reúne as empresas mais negociadas da bolsa japonesa, teve ganhos de 136,56 pontos, alta de 0,74% ante o fechamento anterior, encerrando aos 18.603,48 pontos, o maior valor de fechamento desde 20 de abril de 2000.

Já o indicador Topix, que agrupa os valores da primeira seção em Tóquio, avançou 5,45 pontos, alta de 0,36% ante o fechamento de segunda-feira, encerrando o dia aos 1.508,28 pontos, seu melhor resultado em mais de sete anos.

O volume das transações somou cerca 2,320 bilhões de ações negociadas contra 2,491 bilhões de ações na sessão anterior.

O “topside” do mercado japonês ocorreu na parte da manhã, com os investidores realizando lucros em cima dos ganhos do índice Nikkei no dia anterior. “A expectativa é de que o Nikkei caminhe em direção aos 19.000 e 20.000 pontos caso a situação no exterior permitir, embora haja agora alguns sinais de ‘overbought’ (sobrecompra)”, disse Ayako Terada, estrategista de investimento do departamento de pesquisa da Nomura Securities.

Por outro lado, as perdas na véspera, sofridas pelos índices norte-americanos Dow Jones Industrial Average e S & P 500, pesou sobre o mercado no período da manhã, em meio a persistentes preocupações com o futuro da Grécia na zona do euro e pelos conflitos envolvendo a Ucrânia.

Entretanto, as ações ganharam um impulso após o intervalo do meio-dia, com o iene recuando frente às principais moedas, o que beneficiou as empresas voltadas para a exportação.

Os papéis da Sony e da Mazda Motor foram os destaques entre as empresas sensíveis às variações cambias, alavancado ganhos de 2,2% e 1,1%, respectivamente.

A Fast Retailing foi beneficiada após ter sua recomendação elevada pela Macquarie Securities, de underweight (abaixo da média do mercado) para neutra, o que levou a empresa a avançar 2,1%, garantindo ganhos pelo segundo pregão seguido.

A KKDI, por sua vez, teve alta de 1,9%, após o Credit Suisse elevar a projeção de dividendo da operadora para os próximos três anos fiscais. No segmento de produtos duráveis, favorecido pelo feriado chinês, subiram a Toto (4,3%) e a Kao (1,9%).

Já a Casio saltou 4,0%, após o jornal Nikkei noticiar que a empresa vai impulsionar a produção doméstica de relógios de pulso de luxo em 60% em meio à forte demanda devido ao crescimento do turismo no país e exportações crescentes.

O forte fluxo de turistas chineses para o Japão durante o feriado do Ano Novo Lunar chinês, que acaba amanhã, também alimentou o interesse dos investidores por papéis de fabricantes de bens duráveis, dando sustentação geral ao mercado acionário em Tóquio.

A Honda Motor, por outro lado, caiu 0,2%, após a empresa anunciar que fará mudanças em seu comando até junho.

As atenções do mercado estão voltadas agora para o depoimento ao Congresso norte-americano da presidente do Federal Reserve (Fed), o banco central dos EUA, Janet Yellen, que fala hoje no Senado e amanhã na Câmara dos Representantes.

“As taxas de câmbio podem reagir aos seus comentários, embora eu suponha que ela (Janet Yellen) evitará dizer qualquer coisa que possa estimular a especulação do mercado”, disse Yutaka Miura, analista-chefe da Mizuho Securities.

“O Fed tem um histórico de dizer ao mercado o que eles querem ouvir, ou pelo menos amenizar comentários mais duros para um nível bem palatável”, comentou Tatsunori Kawai, estrategista-chefe da kabu.com Securities. “Sendo assim, não deve haver muita reação ao que Yellen disser. De qualquer forma, com as taxas de juros de longo prazo subindo levemente tanto nos EUA como no Japão, a forte valorização do dólar deve ser limitada por enquanto, levando a mais movimentos sutis no mercado acionário”, concluiu.

(Com informações das agências Estado e Kyodo)

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*