Notícias

Índice de serviços corporativos do Japão avança pelo 31º mês seguido

Os preços de serviços relacionados aos setores de construções e hotéis saltaram 3,8% e 9,3%, respectivamente.

O índice de preços dos serviços corporativos do Japão subiu mais que o esperado no mês passado e atingiu o 31º mês consecutivo de avanços, mostraram dados do Banco do Japão (BoJ, o banco central japonês), indicando que o índice subiu de forma generalizada.

O valor do Índice de Preços de Serviços ao Produtor subiu a uma taxa anual ajustada sazonalmente de 0,2% em janeiro em relação ao mesmo mês do ano anterior. O índice em janeiro situou-se em 102,5 contra uma base de 100 estabelecida em 2010, de acordo com dados ajustados do Banco do Japão, divulgados nesta quarta-feira (24).

Segundo o BoJ, as empresas continuam repassando os custos dos aumentos nas folhas de pagamento para outras companhias.

Além disso, a falta de mão de obra ajudou a elevar os preços do setor de serviços de construção, que registrou alta 3,8% na mesma base de comparação.

Os preços dos serviços de hotelaria saltaram 9,3% em janeiro, devido à alta demanda impulsionada pelo crescente número de turistas estrangeiros.

Por outro lado, a tarifa do frete marítimo despencou quase 20%, enquanto a de transporte de cargas via aérea recuou 13,5%, refletindo a persistente queda dos preços do petróleo bruto no mercado global, que foi mais acentuada no mês passado.

O BC do Japão afirmou ainda que os preços dos serviços subiram de forma generalizada na maioria dos setores, mas atentou para o fato de que os índices mensais têm uma grande flutuação, enfatizando que seguirá monitorando os efeitos das commodities sobre o índice, principalmente o movimento dos preços do petróleo e o fortalecimento do iene, bem como as cotações das ações nas bolsas de valores.

(Com Agência Kyodo)

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*