Notícias

Premiê japonês condena lançamento norte-coreano de míssil balístico

Foto: Reprodução/NHK

Shinzo Abe declarou que o ato representa uma grave ameaça à segurança do Japão e que viola claramente as resoluções da ONU.

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, condenou nesta quarta-feira (24) o mais recente lançamento norte-coreano de um míssil balístico a partir de um submarino, o que classificou de ”ato imperdoável”.

Abe declarou a repórteres que, pela primeira vez na história, um SLBM (sigla em inglês para míssil balístico lançado de submarino) foi disparado pelo lado norte-coreano com sucesso e caiu na zona de identificação de defesa aérea do Japão, na manhã de quarta-feira (hora local).

O líder japonês disse ainda que o ato representa grave ameaça à segurança do Japão, além de prejudicar seriamente a paz e a estabilidade no Leste Asiático.

Ao realizar testes com míssil balístico, a Coreia do Norte viola claramente as resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas, afirmou Abe, acrescentando que seu governo apresentou mais cedo um forte protesto contra Pyongyang.

“Japão vai trabalhar em proximidade com a comunidade internacional, incluindo os Estados Unidos e a Coreia do Sul, para lidar firmemente com a questão, prometeu.

A comunidade internacional está preocupada diante do progresso norte-coreano com os testes SLBM, em vista que o projétil, lançado às 5h50 locais de quarta-feira (17h50 desta terça-feira no horário de Brasília), percorreu uma categoria de 500 quilômetros até cair em águas do Mar do Japão.

Fontes: NHK News Japan | Agência Kyodo.

Comentários