Notícias

Ford deixará Japão até o fim de 2016

A Ford não especificou quantos empregos serão cortados com o fim das operações, que inclui o mercado indonésio.

A Ford anunciou nesta segunda-feira (25) que deixará os mercados do Japão e da indonésia até o fim do ano, alegando que em ambos os mercados não existe espaço para crescimento, o que impede a rentabilidade em suas operações.

O segundo maior grupo automotivo norte-americano disse que a “dinâmica do mercado” a impede de competir efetivamente nos dois países e, por isso, vai cessar suas operações e concentrar seus recursos em outras regiões.

A Ford explicou que cessará suas atividades nesses dois mercados a partir da segunda metade do ano. Antes disso, irá contatar os consumidores para detalhar seus compromissos e assim atender os veículos da marca, como fornecer peças e prestar serviços de assistência aos proprietários, mas desde que tenham contratos de garantia.

A montadora garantiu que continuará prestando assistência aos seus clientes nesses países até o final de 2016.

Japão e Indonésia não são grandes mercados para a Ford. Em 2015, a fabricante americana detinha apenas 0,1% do mercado japonês, com 5 mil veículos vendidos.  A fatia da Indonésia ficou em 0,6% no ano passado, registrando a modesta marca de 6,100 mil carros e caminhões vendidos.

No Japão, aliás, o mercado automotivo é dominado pelas marcas domésticas, como Toyota e Honda. A Ford não especificou quantos empregos serão cortados com o fim das operações.

Fonte: Jornal Nikkei | Valor Online.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários