Notícias

Dólar sobe ante real e fecha a semana praticamente estável

A moeda dos EUA acompanhou o movimento no exterior.

Do Mundo-Nipo com Agências

O dólar fechou com leve alta ante o real nesta sexta-feira (25), acompanhando o movimento no exterior em um dia de poucas notícias relevantes ao mercado de câmbio e dando continuidade à tendência recente de baixa volatilidade em meio à constante atuação do Banco Central brasileiro.

O dólar comercial encerrou o dia com alta de 0,28%, cotado a R$ 2,2275 para a venda. Com isso, a moeda fecha a semana praticamente estável, acumulando leve queda de 0,04%. No mês de julho, no entanto, há valorização de 0,79%, enquanto no ano registra queda acumulada de 5,51%.

O dia teve poucas notícias relevantes e tendência continua sendo de pouca variação. Segundo dados da BM&F, o movimento financeiro ficou em torno de US$ 1,6 bilhão.

Segundo analistas, o que pode mexer com o mercado é a questão eleitoral no Brasil e mudanças nas expectativas sobre o Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano) e o futuro da sua política monetária.

Sem novidades nesses temas, o dólar acaba se assentando na banda informal de R$ 2,22 e R$ 2,25. Segundo boa parte do mercado, esse intervalo agrada ao BC do Brasil por não ser inflacionário e não prejudica as exportações.

No cenário externo, as preocupações com a crise na Ucrânia tem ditado tom de aversão ao risco ao mercado. Na semana passada, um avião malaio foi derrubado no leste do país, aprofundando a crise entre separatistas pró-Rússia e a Ucrânia.

 

Atuações do Banco Central

O Banco Central anunciou nesta sexta uma série de medidas para estimular o crédito. O banco estima liberar R$ 30 bilhões com mudança na regra dos depósitos compulsórios (dinheiro que os bancos deixam no BC). No total, R$ 45 bilhões devem ser liberados para o crédito.

Pela manhã, a autoridade monetária vendeu a oferta total de até 4 mil swaps cambiais, que equivalem a venda futura de dólares, com volume correspondente a US$ 198,7 milhões. Todos os contratos vendidos vencem em 2 de fevereiro de 2015. Também foram ofertados contratos para 1º de junho de 2015, mas nenhum foi vendido.

O BC também vendeu a oferta total de até 7 mil swaps para rolagem dos contratos que vencem em agosto. Ao todo, o BC já rolou pouco menos de 60% do lote total, que corresponde a US$ 9,457 bilhões.

As informações das cotações de fechamento são fornecidas pelo Portal Financeiro Investing.com Brasil.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*