Notícias

Japão oficializa aquisição de 42 unidades de caças F-35A

A aeronave F-35A encomendada pelo Japão foi apresentada na sexta (23) nos EUA (Foto: Reprodução/ANN News)

O objetivo principal do Japão é fortalecer o poderio de aeronaves furtivas e ampliar a segurança na região.

Autoridades do governo japonês e dos Estados Unidos se juntaram ontem (24) em uma cerimônia realizada nas instalações da Lockheed Martin (fabricante norte-americana de produtos aeroespaciais), localizada no Texas, para celebrar o lançamento da primeira frota de caças F-35A Lightning II da Força Aérea de Autodefesa do Japão (JASDF), marcando um passo importante no reforço da defesa nacional do Japão e no fortalecimento da aliança de segurança EUA-Japão na região asiática.

Na cerimônia, a Lockheed Martin apresentou a primeira das 42 unidades de F-35A encomendadas pela JASDF. A aquisição substituirá a atual frota japonesa de caças F-4 Phantom, da McDonnell Douglas.

O objetivo principal do Japão é fortalecer o poderio japonês de aeronaves furtivas e, principalmente, ampliar a segurança na região, que tem sido fortemente ameaçada pelo programa nuclear da Coreia do Norte, além das insistentes incursões da vizinha China no território japonês.

O caça F-35A possuiu radar avançado, compartimento de armas interno e pouso/decolagem convencional, ou CTOL.  A nova frota deverá desempenhar um papel fundamental na recente reforma de segurança do Japão, que pretende enviar tropas ao exterior pela primeira vez desde a Segunda Guerra Mundial.

A JASDF encomendou o F-35 após a China apresentar o Chengdu J-20, uma nova aeronave com um perfil furtivo e que está em desenvolvimento para servir a Força Aérea do Exército de Libertação Popular (FAELP), da China.

“À medida que o ambiente de segurança que cerca o Japão torna-se cada vez mais comprometido, é muito significativo para a defesa [do Japão] se comprometer em adquirir aeronaves F-35 anualmente”, disse Kenji Wakamiya, Ministro de Estado da Defesa do Japão, em discurso realizado ontem nas instalações de produção da Lockheed em Fort Worth, no Texas, na região sul dos Estados Unidos, de acordo com a agência Kyodo.

A cerimônia, ocorrida na última sexta-feira, foi assistida por mais de 400 pessoas de ambos os governos, incluindo membros do alto escalão das forças armadas, além de representantes das indústrias de defesa.

A primeira aeronave totalmente concluída e apresentada a JASDF concluiu com êxito seu primeiro voo no dia 24 de agosto. O jato foi comandado pelo piloto de testes de F-35 da Lockheed Martin, Paul Hattendorf.

Outras 3 aeronaves estão em montagem em Fort Worth e devem ser entregues antes do final de 2016. Enquanto isso, as 38 aeronaves restantes serão montadas nas instalações da Mitsubishi Heavy Industries (MHI) em Nagoya, na província de Aichi, centro do Japão.

A MHI, que construiu a frota do Boeing F-15Js, ganhou com folga a licitação lançada em 2011 para produzir o F-35A.

Em dezembro, a MHI começou a trabalhar no primeiro F-35A montado no Japão, apelidado de AX-5. O trabalho na instalação de Nagoya envolve o acoplamento das asas, fuselagem e cauda da aeronave, replicando o processo da Lockheed em Fort Worth.

O treinamento de manutenção para os primeiros mantenedores do Japão já começou na Base Aérea de Eglin, na Florida, e a formação dos primeiros pilotos de F-35 da JASDF começará em Luke AFB, no Arizona, em novembro de 2016.

Fontes: News On Japan | Aviation Pros | Agência Kyodo.

Comentários