Notícias

Japão destaca melhora no consumo e mantém avaliação econômica

Foto: Arquivo / Jiji

O governo japonês mostrou otimismo com o consumo, gastos de capital, exportações e produção industrial.

O governo do Japão manteve inalterada sua avaliação geral sobre o crescimento do país em outubro, na qual afirma que “a economia japonesa continua a se recuperar moderadamente como tendência”, destacando que a manutenção da visão otimista é devido ao aumento dos gastos dos consumidores e das despesas de capital.

Em seu relatório econômico mensal para outubro divulgado nesta quarta-feira (25), o governo também manteve seu otimismo de que as exportações e a produção industrial continuarão a impulsionar o crescimento da terceira maior economia mundial.

“A economia do Japão continua a se recuperar moderadamente como tendência”, informou o Escritório do Gabinete no relatório, mantendo sua avaliação pelo quinto mês consecutivo.

O governo manteve sua avaliação de que o consumo está “acelerando moderadamente”, uma vez que os consumidores continuam a comprar carros, roupas e bens de luxo novos.

O governo disse que os gastos de capital estão “acelerando”, avaliação inalterada ante a que foi usada um mês antes, refletindo o avanço nas encomendas de máquinas e remessas de bens de capital.

O relatório também informou que as exportações e a produção estão “acelerando”, novamente a mesma avaliação do mês passado, já que a demanda das economias externas permaneceu firme.

O relatório do Escritório do Gabinete foi divulgado uma semana antes da reunião de política monetária do banco central do Japão, em 30 e 31 de outubro, na qual o Banco do Japão atualizará suas previsões de preços ao consumidor.

Atualmente, o Banco do Japão prevê que a inflação ao consumidor atingirá sua meta de 2 por cento em março de 2020, mas isso parece cada vez mais improvável.

Da Agência Reuters

Comentários