Notícias

Produção global de aço tem crescimento recorde

Foto: CMMR

Mesmo com crescimento acima de 2%, Japão caiu de segundo para terceiro maior produtor global de aço.

Atualizado em 02/05/2018


A produção de aço no mundo bateu um novo recorde em março, mesmo com as imposições de barreiras comerciais dos EUA contra a China, segundo dados divulgados ontem pela Associação Internacional do Aço.

De acordo com o relatório da associação, a produção global atingiu 148 milhões de toneladas em março, 4% acima do mesmo período de 2017.

A China, que já representa metade da produção mundial, atingiu um volume de 74 milhões de toneladas, 4,5% acima do volume de março de 2017. A alta ocorreu depois que o governo em Pequim retirou restrições que tinham sido impostas durante o inverno.

Já o Japão, o terceiro maior produtor de aço do globo, viu sua produção aumentar em 2,2%. Apesar do significativo crescimento, o país foi ultrapassado pela Índia, que registrou alta de 5,3% e assumiu a segunda posição.

Sozinha, a Ásia passou a produzir mais de 100 milhões de toneladas de aço por mês.

A produção americana também deu um salto, principalmente depois das barreiras que o presidente Donald Trump impôs às importações chinesas. Em março, a produção foi de 7,3 milhões de toneladas, 5,3% acima dos índices de 2017.

Na Europa, porém, a alta foi de apenas 0,5%, para um total de 15 milhões de toneladas.

Os dados da associação também apontam para uma alta na produção do Brasil, que registrou 3,1 milhões de toneladas produzidas no terceiro mês de 2018, 7,6% acima da produção em março de 2017.

Enquanto americanos e chineses se enfrentam no cenário internacional, a diplomacia da Europa, Japão e outros tentam convencer Washington e Pequim a se sentar à mesa para debater a questão da produção em excesso.

Fonte: Jornal Estadão.

Comentários