Notícias

Dólar tem leve alta ante o real, mas fecha semana com queda de 1,6%

Os investidores estavam pessimistas com os resultados das contas do Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central, que tiveram resultado negativo de mais de R$ 10 bilhões em maio.

Do Mundo-Nipo com Agências

O dólar fechou praticamente estável ante o rela nesta sexta-feira (27), com os investidores pessimistas com os resultados das contas da União. As contas do Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central tiveram resultado negativo de mais de R$ 10 bilhões em maio.

O dólar comercial encerrou o dia com leve valorização de 0,04%, contado a R$ 2,1954 para a venda. Com isso, a moeda norte-americana se manteve no menor valor de fechamento desde 30 de outubro do ano passado, quando encerrou a R$ 2,192.  Segundo dados da BM&F, o movimento financeiro ficou em torno de US$ 1,7 bilhão.

O dólar terminou a semana com queda de 1,61% e no mês caiu 2,03%. No ano, a desvalorização é de 6,88%.

Com forte queda nas receitas e sem contar com dividendos bilionários, o governo central registrou déficit primário de R$ 10,502 bilhões em maio, pior resultado para esses meses desde o início da série histórica, em 1997, e que coloca ainda mais em xeque o cumprimento da meta deste ano.

Durante boa parte do dia o dólar ficou abaixo deste valor, mas depois da divulgação do resultado, ampliou a alta e tocou a máxima da sessão. O avanço perdeu força em seguida, mas as cotações não voltaram mais a cair abaixo de R$ 2,20.

Boa parte do mercado acredita que cotações abaixo desse piso não agradariam à autoridade monetária brasileira porque podem prejudicar as exportações. Por outro lado, taxas acima do teto informal pressionariam os preços via encarecimento de importados.

 

Intervenções do Banco Central no câmbio

Na sessão de hoje, o BC vendeu a oferta total de até 4 mil swaps cambiais, que equivalem a venda de dólares, nas atuações diárias. Todos os swaps colocados à venda na manhã desta sexta-feira têm vencimento em 2 de fevereiro de 2015, com volume equivalente a US$ 198,8 milhões. Também foram ofertados contratos para 1º de junho, mas não vendeu nenhum.

Em seguida, a autoridade monetária vendeu a oferta total de até 10 mil swaps para rolagem dos contratos que vencem em julho. Ao todo, o BC já rolou pouco mais de 85% do lote total, que corresponde a US$ 10,060 bilhões.

As informações das cotações de fechamento são fornecidas pelo Portal Financeiro Investing.com Brasil.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*