Notícias

Dólar tem forte queda e fecha abaixo de R$ 3,60

Até a véspera, o dólar já acumulava alta de 5,16% sobre o real no mês.

Do Mundo-Nipo com Agências

O dólar recuou mais de 1% ante o real nesta quinta-feira (27) e fechou abaixo de R$ 3,60, com os investidores cautelosos diante das turbulências financeiras globais provocadas por preocupações com a desaceleração da economia chinesa, o que amplia as expectativas de que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), vai postergar o aumento de juros na maior economia do mundo

Ao final das negociações de hoje, o dólar estava cotado a R$ 3,5528 na venda, com desvalorização de 1,35%. Nas duas sessões anteriores, o dólar fechou a R$ 3,60 reais, patamar mais alto em mais de 12 anos.

A divisa dos EUA acumulava até a véspera alta de 5,16% sobre o real no mês, em um movimento que teve como pano de fundo a profunda queda das bolsas chinesas, que reverberou nos mercados em todo o mundo.

Os acontecimentos recentes na China têm colocado todos em tom de cautela, inclusive os Estados Unidos. A manutenção de juros baixos na maior economia do mundo sustentaria a atratividade de papéis de países como o Brasil. Essa expectativa ofuscou até mesmo o crescimento acima do esperado da economia norte-americana no segundo trimestre, divulgado nesta manhã, de acordo com a agência de notícias Reuters.

No Brasil, o cenário político e econômico um pouco mais tranquilo contribuíram para o alívio do câmbio. Operadores citaram a concessão pelo Tribunal de Contas da União (TCU) de mais 15 dias para o governo federal explicar pontos adicionais sobre as contas de 2014 e declarações da agência Moody’s, que sugeririam que o Brasil não deve perder seu selo de bom pagador.

A recente alta expressiva do dólar também favoreceu o recuo da moeda norte-americana nesta sessão. Segundo operadores consultados pela Reuters, o movimento de alta do dólar não só abriu espaço para ajustes de carteira, como também levou investidores a especularem sobre possível aumento da intervenção do Banco Central.

Nesta manhã, o BC vendeu a oferta total de até 11 mil contratos de swap cambial tradicional, que equivalem a venda futura de dólares, para a rolagem do lote que vence no próximo mês. Ao todo, a autoridade monetária já rolou US$ 9,154 bilhões, ou cerca de 91%, do total de US$ 10,027 bilhões.

(Com informações da Agência Reuters)

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe uma resposta