Notícias

Fabricantes japonesas de peças automotivas são multadas nos EUA

Nove fabricantes do Japão foram condenadas a pagar um total de US$ 740 milhões ao governo dos EUA.

Do Mundo-Nipo

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos anunciou que nove fabricantes do Japão foram condenadas a pagar um total de US$ 740 milhões após se declararem culpadas da acusação de combinarem preços para componentes de automóveis, informou o jornal Nikkei.

 

Volante com airbag do Mitsubishi Outlander (Foto: Divulgação)

A Mitsubishi Electric terá de pagar US$ 190 milhões (Foto: Divulgação)

 

Segundo o jornal japonês, a Hitachi Automotive Systems e a Mitsubishi Electric foram algumas das empresas que chegaram a um acordo com o governo norte-americano. A Hitachi Automotive terá que desembolsar US$ 195 milhões, enquanto a Mitsubishi Electric vai pagar US$ 190 milhões.

As outras sete empresas multadas são a Jtekt, Mitsuba, Mitsubishi Heavy Industries, NSK, T.RAD, Valeo Japan e Yamashita Rubber.

O órgão governamental explicou que as empresas estavam envolvidas em diferentes atividades ilegais, incluindo firmar preços em mais de 30 componentes vendidos aos fabricantes norte-americanos, que incluem as grandes fabricantes do país, como a Ford e a General Motors.

As combinações de preços vieram à tona quando o Departamento de Justiça fez as primeiras acusações, em 2011. Segundo o órgão, as investigações são baseadas em analise de diversos produtos, como instrumentos para painéis dos veículos, airbags e volantes.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário


*