Notícias

Tóquio aprova lei antifumo mais rígida em comercio, colégios e hospitais

Creative Commons

Lei começa vigorar em 2020 e proíbe tanto cigarro com chamas como os eletrônicos em vários tipos de ambientes.

O Governo Metropolitano de Tóquio aprovou uma rígida lei antitabaco que proibirá o fumo na maior parte de bares e restaurantes da capital japonesa, bem como em estabelecimentos de ensino, repartições públicas e hospitais, a partir de abril de 2020. Segundo a agência de notícias Efe, a lei municipal é mais estrita do que a projetada pelo Governo Central por conta da realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

De acordo com o texto, a nova legislação municipal, que foi aprovada ontem (27), proibirá o fumo em todos os bares e restaurantes que possuam funcionários – isto excluiria negócios gerenciados unicamente pelo proprietário – e independentemente das suas dimensões, o que representa 84% dos locais da capital.

Também restringe o uso de produtos para fumantes sem chama, como os cigarros eletrônicos, para cujo uso deverá ser habilitada uma sala especial, e estabelece uma multa de até 50 mil ienes (US$ 450) para os infratores.

A nova ordenança de Tóquio também proíbe fumar dentro de hospitais, instituições administrativas e colégios, onde nem sequer poderão ser estabelecidas áreas para fumantes no exterior.

O Japão é um dos países desenvolvidos mais permissivos com o tabaco e um dos piores qualificados em políticas antitabacos pela Organização Mundial da Saúde, já que sua frouxa legislação permite fumar em bares e restaurantes sem separação para os não fumantes, mas sim proíbe fazê-lo na rua (salvo em pontos habilitados).

Com Agência EFE Brasil.

Comentários