Notícias

Shinzo Abe insta empresas no Japão a aumentar salários em 2018

©Shutterstock

Premiê japonês pede que empresas no país deem aumento salarial acima de 3%.

Atualizado em 29/12/2017


O primeiro-ministro do Japão , Shinzo Abe, pediu de forma veemente que às empresas do país usem parte de seus robustos lucros para aumentar os salários em 3% ou mais no próximo ano fiscal, que começa em março de 2018, um apelo que vem fazendo anualmente, pouco antes das negociações salariais, e que serve para ampliar os benefícios de suas políticas de estímulo conhecidas como “Abenomics”.

“Devemos sustentar e fortalecer o ciclo econômico positivo do Japão no próximo ano para alcançar nosso objetivo de longo prazo de vencer a deflação. Por isso, eu gostaria de pedir às empresas que aumentem os salários em 3% ou mais [no próximo ano]”, disse Abe em um discurso na última terça-feira (26).

Os salários das grandes empresas têm subido pouco mais de 2% a cada ano desde 2014, mostraram os dados do governo, e um aumento de 3% ou mais no próximo ano ajudaria o Banco do Japão  a atingir a meta de inflação de 2%.

Saiba mais
» Japão aprova ampla reforma tributária para 2018
» Japão reduz impostos de empresas que elevarem salários

O apelo de Abe ocorre poucas semanas após seu governo anunciar a aprovação de uma ampla reforma tributária para o próximo ano fiscal, que incluem isenções fiscais para empresas que elevarem salários e aumentarem os investimentos de capital domésticos até um determinado nível.

Do Mundo-Nipo
Fontes: Agência Reuters | NHK World News.

Comentários