Notícias

Produção global de montadoras japonesas bate recorde em 2014

As oito maiores montadoras do Japão reportaram recordes de produção no ano passado.

Do Mundo-Nipo

A produção conjunta de oito montadoras japonesas totalizou 26.210.927 veículos globalmente em 2014, um aumento de 3,4% ante ao ano anterior, o que representa um recorde histórico por três anos consecutivos, informou nesta quinta-feira (29) o jornal Nikkei, sugerindo que o aumento foi impulsionado pela forte demanda no mercado norte-americano.

A produção foi totalizada pelo Nikkei depois que as montadoras Toyota, Nissan, Honda, Suzuki, Mitsubishi, Mazda, Daihatsu e Fuji Heavy Industries anunciaram separadamente, na quarta-feira (28), seus resultados de 2014.

A produção global da Toyota, incluindo a marca de luxo Lexus, subiram 1,3% no ano, para 9.004.825 unidades. Além disso, todo o grupo Toyota −−que inclui as subsidiárias Daihatsu, que registou um número recorde, e a Hino−− também estabeleceu um novo recorde de produção, totalizando 10.285.546 unidades alta anual de 1,7%.

A Suzuki produziu 3.016.710 unidades em todo o mundo, um aumento anual de 6%, superando 3 milhões de unidades pela primeira vez. O aumento foi ajudado pelo crescimento das vendas na Índia e em outros mercados no exterior. A Fuji Heavy também alcançou uma produção mundial recorde.

Enquanto isso, a produção conjunta das oito montadoras no exterior totalizaram 16.992.552 unidades, um aumento de 4,7%, resultado dos esforços para construir sistemas de produção menos sensíveis a taxas de câmbio.

A Nissan deslocou a produção de seu novo Murano (veículo utilitário esportivo) do Japão para a América do Norte. Além disso, a Mazda começou a fabricar seu novo Demio (Mazda2) e Axela (Mazda3) compactos no México. O Demio também está sendo produzido na Tailândia.

Quanto ao mercado doméstico, as oito montadoras produziram 9.218.375 unidades em 2014, um aumento de 1,2% no ano. Embora a produção nacional em 2014 tenha sido impulsionada pelo salto de última hora na demanda antes do aumento de imposto sobre o consumo, em abril passado, a produção mensal marcou um declínio anual por seis meses consecutivos até dezembro.

Em relação à exportações, o volume total em 2014 foi de 4.122.545 veículos, uma queda de 4,9% no ano. Mas dezembro viu seu primeiro aumento anual em 13 meses, estimulado pela tendência em curso de um iene enfraquecido, de cordo com o Nikkei.

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário


*