Notícias

Dólar fecha quase estável ante o real e encerra a semana e o mês em queda

A moeda dos EUA encerrou a semana em queda acumulada de 1,82%.

Do Mundo-Nipo com Agências

O dólar fechou com leve queda ante o real nesta sexta-feira (29), perto do menor nível em um mês, com os investidores avaliando a divulgação, nesta manhã, de dados sobre PIB brasileiro, que encolheu 0,6% no 2º trimestre em relação aos três meses anteriores.

A moeda norte-americana encerrou as negociações com leve desvalorização de 0,01%, cotada a R$ 2,2390 para venda.  Com isso, a moeda norte-americana se mantém no menor nível desde 29 de julho, quando encerrou a R$ 2,231.

Segundo dados da BM&F, o movimento financeiro ficou em torno de US$ 1,8 bilhão. Na semana, a moeda acumulou queda de 1,82%. No mês, há desvalorização de 1,36% e no ano, de 5,03%.

A economia brasileira encolheu 0,6 por cento no segundo trimestre e 0,2%o no primeiro trimestre de 2014 na comparação com os períodos imediatamente anteriores, entrando em recessão técnica pela primeira vez em cinco anos.

Com o resultado mostrando encolhimento da economia, os investidores apostam em uma maior dificuldade para a reeleição de Dilma Rousseff.

Segundo a Agência Reuters, a cena eleitoral deve continuar sendo o principal determinante do mercado de câmbio no próximo mês. Segundo analistas, se as expectativas de mudança no governo continuarem crescendo, a tendência é de que a moeda norte-americana volte a se aproximar do nível de US$ 2,20.

As intervenções do Banco Central no mercado de câmbio também influenciaram o resultado do dólar nesta sessão.

Nesta sexta, o BC não fez leilão para rolagem dos contratos que vencem no dia 1º de setembro. Com isso, a autoridade monetária rolou cerca de 88% do lote total de US$ 10,070 bilhões que vence no começo do mês que vem.

Foi uma rolagem maior do que a realizada no mês passado, de cerca de 70% dos contratos, e semelhante à do mês anterior. O próximo lote de swaps que vence em 1º de outubro equivale a US$ 6,677 bilhões.

Por outro lado, a autoridade monetária continuou normalmente com seu programa de atuações diárias, vendendo a oferta total de até 4 mil swaps com volume equivalente a US$ 197,9 milhões. Foram vendidos 2,5 mil contratos para 1º de junho e 1,5 mil para 1º de setembro de 2015.

*Com informações do Valor Online e da Agência  Thomson Reuters.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*