Notícias

Japão quer ampliar ainda mais o já altíssimo orçamento da Defesa

Exercício norte-coreano com artilharia pesada (Foto: Arquivo/KCNA

A solicitação do aumento vem em meio a crescentes temores sobre a ameaça de mísseis da Coreia do Norte.

O Japão pretende aumentar ainda mais o valor do orçamento da pasta da Defesa, alegando que o montante recorde tem como objetivo adicionar interceptores de mísseis e outros equipamentos para defender o país de mais lançamentos de mísseis realizados pela Coreia do Norte.

De acordo com a agência de notícias ‘AFP’, o pedido é para o ano fiscal de 2018, que inicia em abril. O valor recorde de de 5,26 trilhões de ienes representa um aumento de 2,5% em relação ao ano fiscal atual.

Segundo a emissora estatal japonesa ‘NHK’, o valor é cerca de 300 bilhões de ienes maior que o pretendido inicialmente pela pasta, em meados de maio passado.

Uma grande parte do pedido anunciado nesta quinta-feira (31) abrange compras de interceptores de mísseis atualizados com alcance, altitude e precisão ampliados, adiantou hoje a agência ‘Conteúdo Estadão’.

A solicitação do Ministério de Defesa japonês vem em meio a crescentes temores sobre a ameaça de mísseis da Coreia do Norte e a um aumento de tensões entre os Washington e Pyongyang. Na terça-feira, o regime de Kim Jong-un disparou um míssil que sobrevoou o Japão antes de cair no Pacífico.

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, disse que o lançamento de míssil efetuado pela Coreia do Norte na última terça-feira era uma “ameaça sem precedentes, grave e séria”.

Na quarta-feira, o ministro de Defesa, Itsunori Onodera, um grande apoiador  do sistema defensivo do Japão, disse que Tóquio deveria atualizar rapidamente o seu arsenal de mísseis, conforme noticiou o ‘Estadão’.

Fontes: Estadão Conteúdo | Agência AFP | Canal NHK News.

Comentários