Notícias

Bolsa de Tóquio fecha outubro com valorização superior a 8%

Foto: Getty

O principal índice da bolsa japonesa obteve o maior acumulo mensal de ganhos nos últimos 2 anos.

A Bolsa de Valores de Tóquio fechou estável nesta terça-feira (31), encerando o mês de outubro na maior valorização acumulada em dois anos e também o maior ganho mensal entre todas as grandes bolsas do mercado acionário da Ásia.

O Nikkei, índice que reúne as ações mais negociadas na capital japonesa, ficou inalterado em relação ao pregão anterior, mantendo o mesmo patamar de 22.011,61 pontos, maior nível desde 5 de julho de 1996.

Em outubro, o Nikkei acumulou ganhos de 8,13%, maior valorização mensal do índice desde outubro de 2015.

A estagnação em relação ao fechamento de ontem foi até um resultado positivo quando comparado ao movimento de perdas visto pela manhã, após o anúncio de política monetária do Banco do Japão (BoJ, pela sigla em inglês).

Como previsto, o BC japonês decidiu manter inalteradas sua agressiva política monetária, mas surpreendeu ao reduzir suas projeções de inflação para este e o próximo ano fiscal.

Nas últimas semanas, o Nikkei foi, em boa parte, impulsionado por expectativas de que a coalizão governista do primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, consolidaria seu poder na eleição parlamentar do último dia 22, o que acabou se confirmando.

O ótimo momento do índice também reflete a recente desvalorização do iene ante o dólar, bem como uma gama de relatórios financeiros robustos reportados pelas empresas japonesas.

Ao término da última sessão de outubro em Tóquio, as ações que mais valorizarão foras as da JTEKT, que subiu 7,04%. Seguida pela Okuma (+5,66%) e TDK (+5,22%).

O pior desempenho hoje ficou por conta da Ricoh, que despencou 7,27%, enquanto os papeis da GS Yuasa e da Kao sofreram declínios de 6,13% e de 5,37%, respectivamente.

Do Mundo-Nipo
Fontes: Estadão Conteúdo | Agência IN | Nikkei Asian.

» Veja os fechamentos anteriores da Bolsa de Valores de Tóquio

Comentários