Política

Japão e Coreia do Sul concordam em melhorar relações bilaterais

Esta foi a primeira vez em nove meses que os ministros das Relações Exteriores dos dois países mantiveram conversações.

Do Mundo-Nipo

Fumio Kishida, chanceler japonês (Foto: AFLO)

Fumio Kishida, chanceler japonês (Foto: AFLO)

O Japão e a Coreia do Sul concordaram nesta segunda-feira em melhorar as relações bilaterais que têm sido tensas devido a percepção histórica da guerra e disputa por ilhas no Mar do Japão.

“Acredito que este encontro proporcionou o início para a construção de várias camadas, orientadas para o futuro das relações Japão-Coréia do Sul”, disse o chanceler japonês, Fumio Kishida, em conferência de imprensa, após a conversa com o chanceler sul-coreano, Yun Byung Se, em Brunei.

Esta foi a primeira vez em nove meses que os ministros das Relações Exteriores dos dois países mantiveram conversações.

Yun levantou a questão da percepção histórica do Japão, em uma aparente referência às observações no início deste ano do prefeito de Osaka, Toru Hashimoto, sobre “bordéis militares” durante a guerra, bem como a declaração do primeiro-ministro Shinzo Aobe, que disse que a definição de “agressão” ainda precisa ser corrigida.

Kishida explicou que a posição japonesa anterior causou grandes danos as relações com vários países, principalmente asiáticos e que o país teve a humildade de reconhecer tais fatos históricos. Ele expressou profundo remorso e desculpas genuínas.

Kishida e Yun concordaram que é importante para o Japão ganhar a compreensão sul-coreana para avançar nas relações bilaterais.

Em abril, Yun cancelou sua planejada viagem ao Japão em protesto contra a visita de ministros japoneses ao Santuário de Yasukuni, que homenageia mortos de guerra do Japão, incluindo vários criminosos de guerra Classe-A, sendo visto pela China e Coréia do Sul como um símbolo do militarismo japonês.

Kishida e Yun conversaram nos bastidores de uma série de reuniões envolvendo a Associação de Nações do Sudeste Asiático e seus parceiros de diálogo.

As informações são da agência Kyodo.

 

Para saber mais sobre Política, clique em mundo-nipo.com/politica. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*