Economia Política

África adota Declaração de Yokohama ao término da reunião sobre desenvolvimento

Abe diz que as negociações deram origem a uma determinação entre os cerca de 50 países africanos a avançar de mãos dadas.

Do Mundo-Nipo

Nkosazana Dlamini Zuma - Hailemariam Desalegn - Shinzo Abe (Foto: Kyodo)

Nkosazana Dlamini Zuma, presidente da Comissão da União Africana, Hailemariam Desalegn, primeiro-ministro da Etiópia, e Shinzo Abe, premiê do Japão (Foto: Kyodo)

Líderes e representantes da África e Japão concordaram nesta segunda-feira que o setor privado precisa desempenhar um papel maior na melhoraria da qualidade de crescimento no continente africano.

De acordo com informações da agência Kyodo, os participantes da Conferência Internacional de Tóquio sobre o Desenvolvimento Africano (TICAD, na sigla em inglês) também concordaram que o continente rico em recursos terá como objetivo criar um ambiente flexível e favorável aos investimentos por reduzir os conflitos, o terrorismo e pirataria.

“Vamos fortalecer as bases econômicas de desenvolvimento através da infra-estrutura e desenvolvimento de recursos humanos, a diversificação econômica e promover o amplo e crescimento liderado pelo setor privado”, afirma a declaração aprovada no final da conferência de três dias.

O primeiro-ministro Shinzo Abe disse que as negociações deram origem a uma determinação entre os cerca de 50 países africanos a avançar de mãos dadas. Ele disse que há uma esperança renovada para o crescimento em África.

Os participantes da conferência, realizada a cada cinco anos, adotaram a Declaração de Yokohama e um plano de ação para os próximos cinco anos na sequência de discussões sobre uma ampla gama de questões, incluindo o crescimento, comércio, investimento, igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres.

A Declaração de Yokohama pede cooperação para alcançar o crescimento acelerado, o desenvolvimento sustentável e a redução da pobreza em África, bem como um aumento na formação profissional para fornecer as competências necessárias às empresas.

 

Para saber mais sobre Política, clique em mundo-nipo.com/politica. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*