Política

Japão se opõem ao desenvolvimento chinês de gás natural em águas contestadas

O problema decorre da demarcação instável do Mar da China Oriental, onde águas econômicas dos dois países se sobrepõem.

Do Mundo-Nipo

Yoshihide Suga, Secretário Geral do Gabinete do Japão (Foto: AFLO)

Yoshihide Suga, Secretário Geral do Gabinete do Japão (Foto: AFLO)

O governo japonês expressou oposição nesta quarta-feira sobre a exploração por parte da China de um possível campo de gás natural no fundo do mar em águas contestadas no Mar da China Oriental.

O secretário chefe do Gabinete, Yoshihide Suga, anunciou hoje que o governo confirmou um navio guindaste chinês empenhado para construir uma nova plataforma marinha.

Suga disse que a China está desenvolvendo unilateralmente recursos na área perto da Zona Econômica Exclusiva (ZEE) japonesa, e que não será tolerado que fronteiras continuem em aberto na região.

O secretário chefe japonês disse que o Japão transmitiu sua preocupação para a China através de canais diplomáticos.

Embora a ZEE chinesa, onde está sendo construída a plataforma, seja apenas a 26 km da fronteira – elevando as perspectivas de que o gás submarino pode se estender para o lado japonês -, o Japão propôs o desenvolvimento conjunto da área, mas as negociações estão paralisadas sobre esta questão.

O problema decorre da demarcação instável do Mar da China Oriental, onde águas econômicas dos dois países se sobrepõem.

 

Para saber mais sobre Política, clique em mundo-nipo.com/politica. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*