Política

Japão condena China por invasão territorial em torno de ilhas Senkaku

O Japão afirmou que as invasões fogem “totalmente contra” a expectativa de que as relações bilaterais tenham melhorado.

Do Mundo-Nipo

O Japão condenou a China nesta terça-feira pela invasão de dois navios chineses de vigilância marítima em águas territoriais japonesas, perto das ilhas Senkaku/Diaoyu, no Mar da China Oriental, que permaneceram no local por mais de 14 horas na segunda-feira (04).

“É extremamente lamentável e totalmente inaceitável que os navios tenham permanecido em águas japonesas por um longo período de tempo”, disse em conferência de imprensa o chefe do Gabinete, Yoshihide Suga, conforme informações da agência Kyodo.

O vice-chanceler japonês, Akitaka Saiki, apresentou um protesto ao embaixador chinês para o Japão, Cheng Yonghua, afirmando que as invasões fogem “totalmente contra” a expectativa de que as relações bilaterais tenham melhorado.

Ainda hoje o Ministério japonês da Defesa divulgou que na semana passada um navio chinês apontou um radar, utilizado usado para guiar mísseis, contra uma embarcação militar japonesa.

As relações diplomáticas entre China e Japão estão cada vez mais tensas. Atividades marítimas e aéreas por parte do governo chinês perto das ilhas disputadas têm sido cada vez mais frequentes.

 

 

saiba mais


China aponta radar usado para guiar mísseis contra navio militar do Japão


Urgente: Navio da China usa radar contra navio militar japonês perto de ilhas Senkaku


Dois navios chineses invadem águas japonesas em torno de ilhas Senkaku


Japão libera capitão de barco chinês que invadiu águas japonesas


Japão prende capitão de barco chinês por atividades ilegais


 

Para saber mais sobre Política, clique em mundo-nipo.com/politica. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*