Política

Japão impõe mais sanções à Rússia

A decisão do Japão segue atitude semelhante à tomada por EUA e União Europeia.

Do Mundo-Nipo com Agências

O governo do Japão anunciou nesta terça-feira (5) sanções adicionais contra a Rússia, em retaliação à passividade do governo de Vladimir Putin em relação à crise no leste da Ucrânia, que se agravou desde a derrubada do voo MH17 da Malaysia Arlines no mês passado.

As medidas foram postas em prática uma semana depois de o gabinete do primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, ter aprovado a decisão, que segue atitude semelhante à tomada por EUA e União Europeia.

Nesta terça-feira, o governo japonês congelou os ativos de 40 pessoas no país, incluindo do ex-presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovich, e dois grupos diretamente envolvidos na anexação da Crimeia pela Rússia e na instabilidade no leste da Ucrânia. As sanções anunciadas incluem ainda restrições aos produtos importados da Crimeia e da cidade de Sebastopol.

Em março, o Japão implementou um conjunto de medidas para punir a Rússia por intervir na Ucrânia, incluindo a suspensão das negociações pela desburocratização da emissão de vistos entre os países e o congelamento das conversas sobre um acordo de investimento.

Em abril, o Japão seguiu os EUA e a UE ao tomar novas medidas contra a Rússia, negando vistos a 23 autoridades russas ligadas à Putin.

(Com informações das agências Estado e Kyodo)

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe uma resposta