Política

Abe condena China por incidente com radar contra navio japonês

“Foi um ato unilateral, provocativo e extremamente lamentável”, disse o premiê do Japão.

Do Mundo-Nipo

Shinzo Abe, novo primeiro-ministro do Japão em entrevista (Foto: Aflo Images)

Shinzo Abe, primeiro-ministro do Japão (Foto: Aflo Images)

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, condenou a China nesta quarta-feira, devido ao incidente ocorrido na semana passada, quando um navio chinês apontou um radar – usado para guiar mísseis – contra uma embarcação militar do Japão*. Abe chamou o ato de “perigoso” e disse que poderia ter levado a uma “contingência”.

“Foi um ato unilateral, provocativo e extremamente lamentável”, disse Abe a Câmara Baixa do Parlamento, em uma sessão sobre o incidente que ocorreu a cerca de 100 km ao norte das ilhas Senkaku/Diaoyu, administrada pelo Japão, mas reivindicadas pela China e Taiwan, de acordo com informações da agência Kyodo.

O Ministério das Relações Exteriores da China sugeriu que o fato que ocorreu no dia 30 de janeiro foi uma ação independente de militares chineses.

 

 

saiba mais


Japão condena China por invasão territorial em torno de ilhas Senkaku


Urgente: Navio da China usa radar contra navio militar japonês perto de ilhas Senkaku


Dois navios chineses invadem águas japonesas em torno de ilhas Senkaku


Japão libera capitão de barco chinês que invadiu águas japonesas


Japão prende capitão de barco chinês por atividades ilegais


Navios da China invadem águas japonesas em torno de ilhas disputadas


Três navios chineses navegaram na zona contígua perto das ilhas disputadas com Japão


Navios da China e Taiwan foram avistados perto das ilhas Senkaku


 

Para saber mais sobre Política, clique em mundo-nipo.com/politica. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*