Política

Japão exportará equipamento militar pela primeira vez em quase meio século

O Japão venderá aos Estados Unidos vários captadores para um sistema de mísseis.

Do Mundo-Nipo

O Japão venderá aos Estados Unidos vários captadores para um sistema de mísseis depois de ter flexibilizado as regras que, desde 1967, proibiam o país de vender equipamento militar, informou neste domingo (6) a imprensa japonesa.

 

Míssil japonês PAC-2 (Foto: JASDF)

A foto mostra o míssil japonês PAC-2 sendo lançado (Foto: JASDF)

 

A japonesa Mitsubishi Heavy Industries exportará para os Estados Unidos captadores de alta qualidade para o sistema de mísseis de defesa PAC-2, que depois será vendido ao Qatar, conforme informou o jornal financeiro Nikkei, citando na publicação que a decisão será confirmada até o final do mês.

No início de abril, o Japão levantou a proibição de vender armas ao exterior imposta em 1967, o que permite ao país participar em programas conjuntos de armamento e desenvolver sua indústria de defesa.

O Japão pode agora exportar material militar a países que estão diante de linhas marítimas por onde transitam as importações de petróleo e gás, cruciais para o Japão.

No entanto, as novas regras, aprovadas por Washington, impedem exportar armas que representem ameaça para a paz e a segurança mundiais. O governo de Tóquio também se compromete a evitar o risco de uma reexportação para um terceiro país.

Para justificar estas decisões, o primeiro-ministro conservador Shinzo Abe fala há meses de novas ameaças para o Japão, uma referência indireta à China, que aumenta a cada ano seu orçamento militar.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários