Política

Japão e Coreia do Sul cancelam reunião e prolongam crise diplomática

O Japão tem encontrado dificuldade em se reunir com a Coreia do Sul.

Do Mundo-Nipo

Primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe (Foto: Kyodo)

Primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe (Foto: Kyodo)

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, e a presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, não irão se reunir à margem da cúpula do G20 na Rússia, em setembro, informou o governo japonês nesta sexta-feira.

O Japão tem encontrado dificuldade em se reunir com a Coreia do Sul devido a frustração sul-coreana em relação a questões do domínio colonial japonês, antes e durante a Segunda Guerra Mundial, e por disputas territoriais.

Abe também planejava se reunir com Park durante uma sessão da Assembléia Geral da ONU, no final de setembro, em Nova York.

A Coreia do Sul criticou na última terça-feira o Japão devido a declaração no Livro Branco da Defesa de que as Ilhas  Ihas Takeshima/Dokdo, reivindicadas por Seul, são território japonês.

Na semana passada, o governo sul-coreano também “lamentou” as declarações de Shinzo Abe sobre as invasões em países vizinhos no passado.

Em abril, o chanceler sul-coreano Yun Byung Se cancelou sua planejada viagem ao Japão em protesto contra a visita de ministros japoneses ao Santuário de Yasukuni, que homenageia mortos de guerra do Japão, incluindo vários criminosos de guerra Classe-A, sendo visto como um símbolo do militarismo japonês.

 

Para saber mais sobre Política, clique em mundo-nipo.com/politica. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*