Política

Premiê do Japão transforma mensagem de feriado em alerta para China

Abe disse que irá “proteger” os interesses do Japão.

Do Mundo-Nipo

Shinzo Abe em conferência (Foto: Kantei)

Premiê japonês Shinzo Abe (Foto: Kantei)

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, deu um passo incomum nesta sexta-feira ao ressaltar a soberania japonesa sobre as Ilhas Senkaku, disputadas com a China, usando uma mensagem de feriado nacional para emitir uma advertência ao governo chinês.

“A paz e a prosperidade no Japão, como uma nação marítima, são baseadas em oceanos livres, abertos e pacíficos”, disse Abe em uma mensagem divulgada antes do feriado do Dia da Marinha no país na segunda-feira (15).

“Eu vou proteger os interesses (do Japão) em rotas de tráfego marítimas estáveis, águas territoriais e zonas econômicas exclusivas”, ressaltou o premiê, em aparente referência à disputa territorial pelas Ilhas Senkaku/Diaoyu no Mar da China Oriental.

As ilhas são controladas pelo Japão, mas reivindicadas pela China. Desde setembro do ano passado, quando o governo japonês comprou as ilhas de um proprietário privado, a atividade chinesa na região tem sido mais intensa.

As Ilhas Senkaku/Diaoyu tiveram sua primeira referência história feita em 1403 na China e foram consideradas parte do território chinês até a Guerra Sino-Japonesa, em 1895, quando o Tratado de Shimonoseki anexou as ilhas ao Japão. As ilhas chegaram a ficar sob o controle dos Estados Unidos, juntamente com Okinawa, após a Segunda Guerra Mundial, mas foram devolvidas ao Japão na década de 1970. Em 1971, tanto China como Taiwan declararam soberania sobre as ilhas e, desde então, segue o entrave diplomático.

A soberania das ilhas garantem uma expansão na  Zona Econômica Exclusiva, aumentando a área de exploração no leito marítimo e garantindo uma posição militar estratégica na região.

 

Para saber mais sobre Política, clique em mundo-nipo.com/politica. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*