Política

Cineasta Oliver Stone diz que Japão deve parar de se curvar aos caprichos dos EUA

Stone chamou o relacionamento entre Estados Unidos e Japão de “corrupto e repugnante”.

Do Mundo-Nipo

Oliver Stone (Foto divulcação do fotógrafo Thomas Niedermueller)

Stone chamou o relacionamento entre os Estados Unidos e Japão de “corrupto e repugnante” (Foto divulcação do fotógrafo Thomas Niedermueller)

O cineasta americano Oliver Stone disse em uma entrevista que o Japão tem uma relação doentia com os Estados Unidos e deve recuperar sua “soberania política”, informou nesta quinta-feira a agência Kyodo.

Um crítico convicto contra a guerra, que já dirigiu uma série de filmes sobre guerra e política, Stone, de 66 anos, chamou o relacionamento entre os Estados Unidos e o Japão de “corrupto e repugnante”, argumentando que a atual dinâmica do relacionamento deixa o Japão à mercê de caprichos do governo norte-americano.

“Você (Japão) realmente está na cama conosco (os Estados Unidos), e está na cama de uma forma muito estranha, porque tem o poder econômico, mas não parecem ter soberania política”, disse o cinesta.

“Eu acredito que, se os japoneses podem libertar-se dos interesses norte-americanos, o que seria uma força regional para o bem no mundo”, concluiu Stone, de acordo com a Kyodo News.

 

Para saber mais sobre Política, clique em mundo-nipo.com/politica. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*