Política

Premiê japonês viajará ao Oriente Médio para pedir a paz e condenar o terrorismo

O giro de Abe pelo Oriente Médio, que começa na sexta-feira, inclui visitas ao Egito, Jordânia, Israel e aos Territórios Palestinos.

Do Mundo-Nipo

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, partirá na próxima sexta-feira para o Oriente Médio, onde deve fazer uma declaração condenando os atentados na França e conclamar a comunidade internacional a se unir contra o terrorismo.

De acordo com a agenda divulgada pelo escritório do gabinete, Abe vai visitar Egito, Jordânia, Israel e os Territórios Palestinos do dia 16 até o dia 21 deste mês para se encontrar com líderes regionais. O premiê planeja apresentar o plano do Japão de contribuir ativamente para a paz e a estabilidade na região.

Em virtude dos atentados em Paris que vitimaram 17 pessoas, Abe planeja apresentar a posição do Japão, na qual afirma que “atos de terrorismo não podem jamais ser tolerados”, conforme divulgou o escritório do gabinete do primeiro-ministro.

Abe também deve anunciar seus planos de oferecer empréstimos no valor de cerca de US$ 83 milhões à Jordânia. O objetivo é ajudar o país a lidar com o crescente fluxo de refugiados vindos da Síria, que fogem da instabilidade provocada pelos militantes do chamado Estado Islâmico.

Uma nova assistência do governo japonês aos palestinos também será oferecida por Abe, incluindo ajuda financeira e técnica à Faixa de Gaza, onde a infraestrutura é precária e quase nada foi refeito após os bombardeios resultantes do conflito envolvendo Israel e o Hamas.

Fonte: NHK World News.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*