Política

Japão e Indonésia condenam sequestro de reféns na Argélia

Premiê japonês e presidente indonésio condenam sequestro de reféns na Argélia .

Do Mundo-Nipo

Shinzo Abe 002 (Foto: Nippon News)

Shinzo Abe, primeiro-ministro do Japão (Foto: Nippon News)

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, e o presidente da Indonésia, Susilo Bambang Yudhoyono, condenaram nesta sexta-feira o sequestro de reféns na Argélia por parte de um grupo militante com ligações com a rede terrorista Al Qaeda.

O premiê japonês, que está visitando a Indonésia na última etapa da sua viajem a três países do Sudeste Asiático, tendo já visitado o Vietnã e a Tailândia, disse em uma coletiva de imprensa que os dois líderes “concordaram que não podemos nunca aceitar este tipo de ato desprezível, que causaram muitas vítimas”.

De acordo com informações da agência Kyodo, Abe disse concordar com o líder indonésio que o ato do grupo deve ser “condenado fortemente” e que vão lutar contra o terrorismo.

 

 

saiba mais


Statoil anuncia resgate de funcionário durante a madrugada


Exército da Argélia finaliza operação de resgate em campo de gás


Japão insta Argélia a sessar operação militar


 

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*