Política

Oficiais militares admitem ter apontado radar contra destróier japonês

O corrido foi uma “decisão de emergência’, e não uma ação planejada, tomada pelo comandante da fragata.

Atualizado em 18/03/2013 às 15:12


Do Mundo-Nipo

Oficiais militares da China admitiram pela primeira vez que utilizaram um radar contra um destróier japonês perto das ilhas disputadas no Mar da China Oriental.

 

Força Marítima de Auto-Defesa do Japão (Foto: CIA)

Força Marítima de Auto-Defesa do Japão (Foto: CIA)

 

De acordo com informações da agência Kyodo, oficiais do posto de almirante admitiram que um radar, usado para guiar mísseis, foi apontado contra um navio japonês perto das Ilhas Senkaku/Diaoyu.

Segundo os oficiais, o corrido foi uma “decisão de emergência’, e não uma ação planejada, tomada pelo comandante da fragata.

O relatório indicava que as declarações ocorreram “recentemente”, mas não foram fornecidos detalhes.

No mês passado o ministro da Defesa do Japão informou que o fato havia ocorrido no dia 30 de janeiro. O governo chinês negou.

 

Para saber mais sobre Política, clique em mundo-nipo.com/politica. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*