Política

Japão quer apressar aprovação de nova política de segurança nacional

Shinzo Abe quer alcançar a aprovação até o início de julho.

Do Mundo-Nipo

O governo japonês está buscando a aprovação do gabinete sobre a mais recente proposta de mudança na política de segurança nacional. A mudança em questão revisa a interpretação da Constituição, permitindo que o Japão exercite o seu direito à autodefesa coletiva, informou nesta quarta-feira (18) a emissora pública NHK.

O primeiro-ministro Shinzo Abe esperava pela aprovação do gabinete antes do encerramento da atual sessão do Parlamento, no domingo. No entanto, os secretários-gerais da principal legenda governista, o Partido Liberal Democrático (PLD), e o seu parceiro menor de coalizão, o Partido Komei, concordaram que isso será difícil de ser alcançado.

Adotando uma postura mais flexível, o governo e o PLD estão dispostos a estabelecer um prazo para conquistar o apoio do Partido Komei, tendo como meta alcançar a aprovação até o início de julho.

Isso possibilitaria mudanças no texto da política de segurança nacional, permitindo que o Japão se engaje na autodefesa coletiva de forma limitada.

Alguns membros de alto escalão do Partido Komei defendem a conclusão de um acordo antes da data de 5 de julho, com o intuito de preservar os laços de confiança entre as siglas. Porém, parte dos membros do partido querem mudanças no texto. Já outros afirmam que ainda não estão preparados para discutir um determinado prazo.

(Com informações da NHK News)

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*