Política

Japão envia equipe em busca de japoneses desaparecidos na Argélia

Os funcionários do governo japonês visitarão um hospital no sudeste da Argélia.

Do Mundo-Nipo

O governo japonês informou nesta segunda-feira que seus funcionários visitarão um hospital no sudeste da Argélia, no fim do dia, para em busca dos 10 japoneses desaparecidos após a crise de reféns de quatro dias em um complexo de gás.

Secretário do Gabinete, Yoshihide Suga, disse a imprensa que o grupo em missão de emergência, envolvendo o vice-ministro das Relações Exteriores do Japão, Minoru Kiuchi, e funcionários da embaixada japonesa na Argélia, já chegou em In Amenas, onde o complexo de gás está localizado.

De acordo com informações da agência Kyodo, o presidente da empresa engenharia japonesa JGC, Koichi Kawana, que teve seus funcionários estrangeiros, incluindo japoneses, mantidos em cativeiro por militantes islâmicos, também se juntou a equipe liderada pelos Estados Unidos.

 

Receba notícias atuais sobre o Japão, siga o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 

 

saiba mais


Argélia diz ao Japão que lamenta consequências de ataques militares


Empresa japonesa confirma que 10 japoneses ainda permanecem desaparecidos


Últimos reféns morrem em tentativa de resgate, diz jornal argelino


Sequestradores ameaçam explodir campo de gás se exército tentar resgate


Japão e Indonésia condenam sequestro de reféns na Argélia


Statoil anuncia resgate de funcionário durante a madrugada


Exército da Argélia finaliza operação de resgate em campo de gás


Japão insta Argélia a sessar operação militar


 

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*