Política

Premiê japonês deve reformular gabinete em setembro, diz fonte do governo

A intenção de reformular o gabinete acontece em meio a queda de seu índice de aprovação.

Do Mundo-Nipo

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, deve remanejar seu gabinete no início de setembro para lidar com questões que incluem segurança nacional e revitalização regional, disseram à emissora ‘NHK’ fontes ligadas ao governo.

 

Shinzo Abe durante sessão do Parlamento (Foto: Aflo Images)

A intenção de reformular o gabinete acontece em meio a queda de seu índice de aprovação (Foto: Aflo Images)

 

Segundo a emissora, Abe disse às pessoas próximas a ele que pretende remanejar seu gabinete e, ao mesmo tempo, a liderança do governista Partido Liberal Democrático.

O premiê vem mantendo a formação do atual gabinete desde que tomou posse em dezembro de 2012, dizendo que quer dar enfoque à introdução de políticas importantes envolvendo a recuperação econômica do país, estagnada a mais de 15 anos.

Abe estaria considerando efetuar o remanejamento na primeira semana de setembro, antes do início da sessão extraordinária do Parlamento, conforme disseram as fontes citadas pela NHK.

A intenção de reformular o gabinete acontece em meio a queda de seu índice de aprovação, que caiu 5 pontos em uma recente pesquisa conduzida pela NHK, indicando que a queda é reflexo da aprovação do gabinete em reinterpretar a Constituição pacifista do país.

No início do mês, Abe já havia manifestado interesse de criar nova pasta, afirmando que estava disposto a apontar um ministro encarregado de ajustes legislativos necessários à introdução de sua nova política de defesa.

Na ocasião, o premiê explicou a repórteres que os ajustes devem cobrir vários assuntos, entre eles, aqueles relacionados à “autodefesa coletiva” e também os incidentes da “zona cinzenta”, ou seja, infrações que não são reconhecidas de imediato como ataques armados.

A recente modificação da Carta Magna que permite pela primeira vez ao Japão exercer o chamado direito de “autodefesa coletiva”, foi aprovada em meio a fortes protestos, uma histórica modificação de sua Constituição pacifista.

(Com informações da Agência Kyodo e NHK News)

 

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe um comentário