Política

Okinawa protesta contra cerimônia que marca retomada da soberania japonesa

Este domingo marcou o 61º aniversário desde que o Tratado de Paz de São Francisco entrou em vigor em 1952.

Do Mundo-Nipo

Um grupo de cidadãos japoneses protestaram neste domingo contra uma cerimônia realizada pelo governo para marcar a recuperação da soberania do país sob o Tratado de Paz de São Francisco.

 

Cerimônia realizada em Tóquio para celebrar a recuperação da soberania japonesa (Foto: reprodução NHK)

Cerimônia realizada em Tóquio para celebrar a recuperação da soberania japonesa (Foto: reprodução NHK)

 

Este domingo marcou o 61º aniversário desde que o Tratado de Paz entrou em vigor em 1952.

Cerca de 400 pessoas, incluindo membros da Dieta, participaram do evento em Tóquio, que também contou com a presença do imperador Akihito e da imperatriz Michiko.

Ao mesmo tempo que a cerimônia era realizada, 10 mil pessoas se reuniram para um protesto em um parque na cidade de Ginowan, Okinawa.

“A realização da cerimônia é totalmente inaceitável, uma vez que ridiculariza os sentimentos do povo de Okinawa”, dizia uma resolução aprovada durante o protesto.

As ilhas de Okinawa, Amami e Ogasawara foram separados do Japão em 1952. Okinawa permaneceu sob a administração dos EUA até o seu retorno em 1972 e a província ainda tem uma forte presença das forças dos EUA.

 

Para saber mais sobre Política, clique em mundo-nipo.com/politica. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários