Serviços

Cidade japonesa abre vagas para ‘ninjas’ e oferece salário de R$ 6 mil

A prefeitura de Aichi explicou que os “ninjas” ajudarão a promover o turismo na região, que é famosa por sua história envolvendo os “senhores da guerra”.

Com o objetivo de promover o turismo local, a governo de Aichi, na região central do Japão, abriu vagas para contratar seis ninjas em tempo integral. Além de bônus, os contratados receberão um salário mensal de 180 mil ienes, aproximadamente R$ 6 mil.

Segundo o jornal ‘The Asahi Shimbun’, a prefeitura explicou que a iniciativa tem como objetivo fomentar o turismo na região, que é famosa por abrigar o histórico castelo de Nagoya, localizado na cidade homônima e que também é a capital da província de Aichi.

A região é famosa por sua história envolvendo os ‘senhores da guerra’, os samurais e os ninjas, um tipo de guerreiro que era considerado inferior aos samurais e à nobreza militar japonesa.

Segundo historiadores, os ninjas eram guerreiros japoneses do século 15, especialistas em espionagem, assassinatos, sabotagem entre outras formas não convencionais de ataques e guerra.

Contam ainda que o ninja era uma espécie de espião, treinado para realizar trabalhos considerados secretos e ou aqueles denominados “trabalho sujo”, que não era cabível a um “honrado samurai”.

Vagas de ninja
O governo de Aichi afirma que entre os pré-requisitos para os futuros contratados estão preparo físico e habilidades acrobáticas. Contudo, não requer que os candidatos tenham experiência em combate ou que seja um perito em artes marciais.

Segundo o anúncio de vaga, o candidato ou a candidata “deve gostar de estar em evidência mesmo que seja um ninja secretamente”.

O ninja terá que realizar acrobacias, demonstrar o uso de armas, incluindo a estrela ninja (shuriken) e espada (katana), e posar para fotos com turistas, explicou Satoshi Adachi, do Departamento de Turismo de Aichi.

Falar japonês é desejado, mas não é o essencial para conseguir o emprego, já que os selecionados ao “cargo” poderá se apresentar em inglês, segundo Adachi.

Qualquer pessoa acima de 18 anos e de qualquer nacionalidade poderá se candidatar a vaga. As inscrições estão abertas até 22 de março.

Os candidatos escolhidos receberão um rápido “treinamento ninja, isso porque terão de estar aptos para o trabalho já no fim de abril. Eles vão se apresentar no castelo de Nagoya e outros locais famosos da região.

O governo de Aichi espera conseguir os mesmos resultados do governo da província vizinha, Mie, que abriu um museu ninja na cidade de Iga, combinando detalhes históricos com apresentações acrobáticas inspiradas nas histórias desses antigos guerreiros.

Iga, que reivindica ser a cidade onde surgiram os ninjas, já foi o lar de muitos desses guerreiros – também conhecidos como shinobi e que surgiram como um fenômeno peculiar em um período do século 15 no Japão, quando o país era dividido em regiões e vivia um período de instabilidade.

Eles desapareceram gradualmente depois que o Japão foi unificado, no século 17. Os ninjas foram um fenômeno histórico real, mas muito do que se afirma sobre eles é baseado em lendas e mitos.

Para mais informações, visite a página do anúncio no site “www.aichi-ninja.rdy.jp/bosyu”.

Fontes: The Asahi Shimbun | BBC News | Aichi Ninja.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*