Estudo e Trabalho

Japão aprova emendas para garantir permanência de profissionais estrangeiros

As emendas incluem permitir que estrangeiros em estágio de 3 anos possam prorrogar sua estada no país para 5 anos.

Do Mundo-Nipo

Ministros do Gabinete do Japão aprovaram emendas no Controle de Imigração (Imagem: Reprodução/NHK)

O gabinete adiantou que as mudanças vão resultar em uma obtenção de cerca de 70 mil trabalhadores (Imagem: Reprodução/NHK)

Ministros do gabinete japonês aprovaram, nesta sexta-feira (4), emendas no Controle de Imigração para garantir a permanência de profissionais estrangeiros no país. Segundo a emissora pública NHK, as emendas incluem permitir que trabalhadores estrangeiros em programas de estágio técnico de três anos, patrocinados pelo governo, possam prorrogar sua estada no país em até dois anos adicionais.

As medidas, que são temporárias até que seja revisado todo o “Ato de Controle de Imigração”, tem como principal objetivo garantir um maior número de trabalhadores estrangeiros nos setores que mais carecem de profissionais.

A indústria da construção cível é o setor que mais tem enfrentado falta de mão de obra. Isso porque as obras para a reconstrução do país desde o desastre em março de 2011, aliado a intensas obras que estão sendo realizadas em Tóquio (cidade sede dos Jogos Olímpicos de 2020), têm reivindicado um grande número de trabalhadores.

O problema levou o governo japonês a promover cursos e facilitar estágios, bem como reabilitar antigos programas e a criar outros voltados a captar profissionais estrangeiros. Agora, para manter e também atrais mais profissionais estrangeiros, o governo decidiu adotar novas emendas ao seu controle de imigração.

As emendas aprovadas hoje também incluem permissões de reentrada para estagiários que tenham retornado aos seus países de origem. Os trabalhadores que regressarem ao Japão, depois de mais de um ano de ausência, serão permitidos permanecer no país por mais três anos.

O gabinete adiantou que as mudanças vão resultar em uma obtenção de cerca de 70 mil trabalhadores para o mercado de trabalho do Japão.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários