Sociedade

Acidentes rodoviários deixam 59 mortos às vésperas de Ano Novo na China

Pelo menos 59 pessoas morreram e mais de 90 ficaram feridas em cinco graves acidentes na China neste sábado, dia em que centenas de milhões de chineses começam a celebrar o feriado do Ano Novo no país.

Atualizado em 02/02/2013 às 20:15


Do Mundo-Nipo

Pelo menos 59 pessoas morreram e mais de 90 ficaram feridas em cinco graves acidentes na China neste sábado, dia em que centenas de milhões de chineses começam a celebrar o feriado do Ano Novo no país, informou neste sábado a agência Kyodo.

 

Acidente na China (Imagem reproducao CN)

Equipe de resgate a procura de sobreviventes de um acidente que ocorreu quando um caminhão que transportava fogos de artifício explodiu em chamas, causando a morte de pelo menos 26 pessoas, segundo informações da agência EFE (Imagem reproducao CN)

 

Segundo a Xinhua, agência de notícia estatal chinesa, 13 pessoas morreram no sudoeste da província de Guizhou, quando um ônibus lotado com 34 pessoas, mas projetado para apenas 19, capotou e caiu em um declive de cerca de 450 quilômetros ao sudeste da capital da província de Guiyang, na manhã de sábado (data local).

Também na manhã de sábado, sete pessoas morreram e 12 ficaram feridas quando uma Van caiu em um barranco da estrada de uma montanha a cerca de 150 quilômetros a oeste de Nanning, ao sul da região autônoma de Guangxi Zhuang.

A imprensa chinesa relatou a ocorrência de mais três acidentes no sábado, no entanto, não foi informado o número de mortos e feridos até o momento.

Na manhã de sexta-feira (01), pelo menos nove pessoas foram mortas em uma explosão na ponte de Yichang, situado na cidade de Sanmenxia, em Henan, província central da China.

A grande explosão ocorreu quando um caminhão que transportava fogos de artifício explodiu em chamas. Ren Zhanzhou, vice-ministro do Departamento de Publicidade de Sanmenxia , deu os últimos detalhes sobre o trabalho de resgate e do estado dos feridos em uma entrevista coletiva.

Ren Zhanzhou disse que a equipe de resgate retirou nove pessoas mortas e mais 11 feridas de seis caminhões e dois carros que ficaram completamente destruídos. Todas estão recebendo tratamentos separados, distribuídas em quatro hospitais diferentes.

O vice-ministro disse ainda, que não sabe ao certo sobre o que deu início ao grave acidente, no entanto, acredita que a causa tenha sido a falta de visibilidade devido ao tempo nublado.

Entretanto, segundo informações da agência EFE na sexta-feira (01), o acidente na ponte de Yichang, em Sanmenxia, causou a morte de pelo menos 26 pessoas, deixando cerca de 15 feridos. A agência ainda noticiou que testemunhas relataram à Rádio Nacional da China que mais de 12 veículos, entre carros e caminhões pesados, caíram quando a ponte começou a desmoronar.

O jornal chinês Beijing Morning Post, credita a causa da maioria dos últimos acidentes ao forte nevoeiro de poluentes que tem assolado o país.

Segundo o jornal, a nuvem de poluição superou os piores níveis de alerta no país, o que motivou o Governo a pedir para que a população evitasse sair às ruas.

Além disso, as autoridades ordenaram a paralisação de 30% dos veículos oficiais e o fechamento de 103 fábricas altamente poluentes.

O jornal China Daily pediu ontem que o Governo chinês revele os detalhes e as causas da poluição.

A cidade de Pequim é a mais atingida pelo forte nevoeiro poluente, que segundo o jornal, deve-se, em grande parte, a queima de carvão nas centrais elétricas e à fumaça expelida pelos veículos nas ruas da capital, que tem aumentado devido ao crescimento econômico do país.

 

 

saiba mais


Explosão de caminhão com fogos mata ao menos 26 e deixa 15 feridos na China


Colisão de trem e ônibus deixa 10 mortos e 11 feridos na China


Começam deslocamentos pelo Ano Novo chinês, maior migração anual do planeta


Fábrica pega fogo na China, mas ninguém diferencia fumaça da poluição


Queda de micro-ônibus em precipício na China deixa 10 mortos


 

Para saber mais sobre Sociedade, clique em mundo-nipo.com/sociedade. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários