Sociedade

Japonês se atrapalha durante streaming e provoca grande incêndio

O vídeo com a gravação do “incidente” foi publicado no YouTube poucas horas depois do ocorrido, no último domingo, e já foi assistido por mais de 7 milhões de pessoas.

Do Mundo-Nipo

Um japonês provocou um incêndio catastrófico enquanto comandava uma transmissão por streaming na internet. Segundo informou nesta terça-feira (6) o site português “PTJornal”, tudo começou com um utilizador japonês do Twitch – um canal de televisão por internet dedicado ao mundo dos videojogos – que estava realizando uma transmissão direta enquanto manipulava uma estranha mistura de caixa de fósforos e isqueiro.

O japonês, identificado como “Ushiro” pelo jornal peruano “La República”, exibia o isqueiro que teimava em não acender. O homem então o recarregou com fluído e tentou acender novamente, quando acidentalmente uma faísca acabou por incendiar o objeto. O japonês então jogou o isqueiro no chão e procurou apagar o pequeno incêndio à sua frente.

Pensando que havia exterminado as chamas, o japonês colocou o isqueiro em um cesto de lixo contendo material inflamável, como papéis e até um pequeno cobertor, e seguiu limpando o local onde havia caído o isqueiro primeiramente. Acontece que o isqueiro, ainda quente e com fluído, fez com que o material inflamável no cesto pegasse fogo rapidamente, o que só foi percebido após avisos de seus espectadores.

O fogo acabou ganhando uma dimensão inesperada. Já em desespero, o homem ainda fez o que não se pode deve fazer: tentar apagar as chamas de um líquido inflamável (fluido para isqueiro) com água. Feito isso, a casa de “Ushiro” já estava tomada em chamas em questão de minutos.

O mais dramático, segundo o “PTJornal”, é que o incêndio atingiu tal dimensão que passou para outros apartamentos, atingindo inclusive dois prédios vizinhos. Os bombeiros combateram o fogo durante seis horas e só no final é que foi possível apurar a consequência trágica do acidente.

O “PTJornal” citou que o incêndio provocou a morte de uma pessoa, enquanto o jornal “Periodista Digital” afirmou que duas pessoas morreram na tragédia, o que não foi confirmado pela imprensa local.

O vídeo com a gravação do “incidente” foi publicado no YouTube poucas horas depois do ocorrido, no último domingo, e já foi assistido por mais de 7 milhões de pessoas. O vídeo no entanto, foi removido pelo YouTube por reivindicação de direitos autorais.

Apesar disso, a trapalhada do japonês pode ser conferida em outros canais do YouTube. Assista aqui.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários