Sociedade

A triste realidade na cidade de Minami-Soma após dois anos do “Grande Terremoto de 2011”

Depois de dois anos de tristeza e desolação, o panarama não mudou muito em algumas áreas da cidade de Minami-Soma.

Do Mundo-Nipo com Aflo Images

Depois de dois anos de tristeza e desolação, o panorama não mudou muito em algumas áreas da cidade de Minami-Soma, na prefeitura de Fukushima, localizada a cerca de 240 km ao nordeste de Tóquio.

 

Minami-Soma City, February 28, 2013 (Photo by Natsuki Sakai/AFLO)

Minami-Soma em 28 de fevereiro de 2013 (Foto: Natsuki Sakai / AFLO Images)

 

A cidade ficou desolada depois que seus moradores foram evacuados logo após o terremoto seguido de tsunami em 11 de março de 2011.

Minami-Soma fica a apenas 20 km da danificada usina de energia nuclear de Fukushima Daiichi, e ainda sofre com as graves consequências da radiação desencadeada pela usina.

Diariamente, cerca de 50 cidadãos visitam o Japan Red Cross Hospital, em Fukushima, para verificar os níveis de radiação.

 

Japan Red Cross Hospital em 27 de março de 2013 (Foto: Natsuki Sakai / AFLO Images) - Todos os direitos reservados.

Em 27 de março de 2013, um paciente tem o seu nível de radiação verificado no Japan Red Cross Hospital, em Fukushima, localizado a cerca de 290 km ao nordeste de Tóquio (Foto: Natsuki Sakai / AFLO Images)

 

Além de sofrer com a radiação, os poucos cidadãos que ainda residem em Minami-Soma, não têm como retornar para os seus lares e estão vivendo, em sua maioria, nos poucos abrigos temporários construídos pelo Governo Central, considerado moroso com a reconstrução das áreas devastadas pelo “Grande Terremoto de 2011”.

 

Abrigo temporário em Minami-Soma que abriga 350 famílias, fotografado em 27 de março de 2013 (Fotógrafo: Natsuki Sakai / AFLO Images)

Cerca de 350 famílias, a maioria idosos, estão alojados em um abrigo temporário na cidade de Minami-Soma. Foto tirada em 27 de março de 2013 (Fotógrafo: Natsuki Sakai / AFLO Images)

 

Para saber mais sobre Sociedade, clique em mundo-nipo.com/sociedade. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários