Sociedade

Japoneses usam Facebook para enviar mensagens de apoio aos franceses

Através da página no Facebook da Embaixada da França em Tóquio, os japoneses têm enviado suas condolências pelas vítimas do recente atentado em Paris, que deixou muitos feridos e 12 mortos.

Do Mundo-Nipo

Muitos dos cidadãos japoneses estão postando mensagens de apoio aos franceses através da página no Facebook da Embaixada da França em Tóquio. As mensagens são de condolências ao povo francês pelas vítimas no atentado contra a revista satírica “Charlie Hebdo”, em Paris, que deixou muitos feridos e 12 mortos.

Na quinta-feira (8), dia seguinte ao ataque, a embaixada francesa criou um espaço em sua página no Facebook, direcionada às pessoas que desejam expressar seus sentimentos em relação ao atentado.

As mensagens postadas pelos japoneses incluem “Nossas condolências às vítimas” e “Rezamos para que todas as pessoas que vivem na França voltarão a ter uma vida pacífica em breve.”

Entretanto, o número de mensagens aumentou após os dois incidentes na sexta-feira (9), que resultaram na tomada de reféns. As pessoas escreveram frases como “Nós nunca vamos permitir o terrorismo “, “A história não é feita pelo terrorismo ” e “Nós respeitamos o povo francês por lutarem para proteger a liberdade de expressão”.

Outros pediram uma resposta calma aos incidentes, expressando a esperança de que não haverá prejuízo para os muçulmanos e árabes que desejam a paz na França.

Na quinta-feira (8), a segurança em torno da embaixada da França em Tóquio foi reforçada. Também foi aumentada a vigilância em outras instalações ligadas ao governo francês na cidade, embora a Polícia de Tóquio não tenha especificado quais nem o número de agentes desdobrados.

A capital japonesa conta com um Liceu e um Instituto Francês, ambos ligados ao Ministério das Relações Exteriores francês.

No dia seguinte ao atentado, centenas de pessoas se reuniram na frente da embaixada francesa em Tóquio para mostrar sua rejeição ao ataque e fazer um minuto de silêncio em memória das 12 vítimas.

No mesmo dia, o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, enviou uma mensagem de condolências ao presidente francês, François Hollande, se mostrando “profundamente comovido e indignado” e condenando de “maneira categórica qualquer ato covarde de terrorismo”.

Fontes: Agência Kyodo / NHK News.

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários