Sociedade

Justiça japonesa condena a 12 anos jovem que matou e esquartejou a mãe

O japonês tinha 19 anos quando matou a mãe com uma flecha e esquartejou o corpo dela com uma faca.

Do Mundo-Nipo

Um jovem de 20 anos foi condenado pelo Tribunal Regional de Yokohama, na tarde desta quinta-feira (11), a 12 anos de prisão por matar e esquartejar a própria mãe em março de 2013, na província de Kanagawa, no leste do Japão.

Segundo o jornal Nippon Terebi, o rapaz, que não teve o nome divulgado porque tinha 19 anos na época do crime, ocorrido na cidade de Kawasaki, matou a mãe com uma flecha disferida por uma balestra (arma com a aparência de espingarda que atira flecha acionada por gatilho). Em seguida, o matricida (que mata a própria mãe) esquartejou o corpo da mãe com uma faca.

A Promotoria pedia a condenação do réu a uma pena de 18 anos de reclusão por tratar-se de um crime hediondo. O Tribunal, no entanto, alegou que o jovem, antes do crime, havia mostrado sinais de que passava por problemas, chegando a tentar o suicídio em algumas ocasiões.

Além disso, a defensoria alegou que a mãe não tomou nenhuma providência para ajudar o filho.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*