Sociedade

Buscas continuam no Monte Ontake e mais dois corpos são encontrados

O número de mortos foi elevando 56 e mais seis pessoas ainda estão desaparecidas.

Do Mundo-Nipo com Agência Kyodo

A equipe de resgate continua as operações de buscas por vítimas na erupção do Monte Ontake, na região central do Japão. Neste sábado (11), sábado, duas semanas após o pior desastre vulcânico em cerca de 70 anos, foram encontrados mais dois corpos no cume da montanha, elevando o número de vítimas fatais para 56.

Uma equipe formada por cerca de 1.100 policiais, bombeiros e militares das Forças de Autodefesa chegaram na manhã deste sábado numa área próxima ao alto do monte para reiniciar a operação de resgate.

Um porta-voz da polícia da província de Nagano informou no início do dia que mais duas pessoas foram encontradas “em estado de parada cardíaca nas proximidades do topo do Monte Ontake”. Segundo ele, elas estavam embaixo de rochas e soterradas por quase um metro de cinzas. Mais tarde, foi confirmada a morte das vítimas.

As equipes de resgate usam o termo “estado de parada cardíaca” para se referir às vítimas que não apresentam sinais vitais. Este termo é comumente usado pelas autoridades japonesas até que os médicos forneçam atestados de óbito.

Os profissionais envolvidos nas buscas estão lutando contra o tempo para encontrar seis pessoas que ainda se encontram desaparecidas. Isso porque as buscas provavelmente serão suspensas devido à aproximação do poderoso tufão Vongfong, que atingiu neste sábado as ilhas da província de Okinawa, no extremo sul do Japão, deixando pelo menos 19 pessoas feridas.

A erupção na montanha de 3.067 metros, que fica 200 quilômetros a oeste de Tóquio, cobriu seu pico com uma chuva mortal de cinzas e pedras no momento em que se encontrava repleto de montanhistas e caminhantes que foram observar as cores do outono japonês.

O número de mortos no Monte Ontake supera as 43 vítimas fatais em uma erupção de 1991 no sudoeste do Japão e faz com que essa seja a atividade vulcânica mais letal desde a ocorrida na ilha de Hokkaido, no norte do país, em 1926, na qual morreram 144 pessoas, de acordo com dados do governo.

O Monte Ontake, segundo maior vulcão ativo do Japão, teve uma pequena erupção há sete anos e sua grande erupção anterior, a primeira a ser registrada, foi em 1979.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários