Sociedade

Mulher de 61 anos é atropelada ao tentar impedir homem de roubar 2 mangás

A vendedora de uma loja em Chiba teve a bacia quebrada e graves ferimentos na cabeça. Ela está em coma e seu estado é crítico.

Do Mundo-Nipo

Uma mulher de 61 anos ficou gravemente ferida após ser atropelada enquanto tentava deter um homem que fugiu depois de roubar dois mangás em uma loja de conveniência na província de Chiba, no leste do Japão, segundo noticiou o jornal Sankei no fim de semana.

De acordo com a polícia local, o incidente ocorreu na última sexta-feira, por volta das 15h30, em uma das lojas de conveniência da rede Lawson, localizada na cidade de Kashiwa, onde a mulher trabalhava meio-período. Câmeras de vigilância da loja registraram o momento em que o homem, identificado como Sunao Yokoyama, de 36 anos, pegou dois mangás no valor de 900 ienes (cerca de 23 reais) e saiu sem pagar, conforme noticiou o jornal.

Após Yokoyama deixar a loja, a mulher, que não teve o nome revelado na publicação do Sankei, foi atrás na tentativa de cobrar pelos mangás. Yokohama entrou em um carro que estava estacionado próximo à loja, engatou a marcha ré e acelerou firme enquanto a mulher tentava abrir a porta do carro pelo lado do motorista.

Com isso, o movimento brusco fez a vendedora cair violentamente no chão. Ela teve a bacia quebrada e ferimentos graves na cabeça. Segundo a polícia, a mulher foi levada a um hospital local, onde se encontra em coma e seu estado segue crítico.

Cerca de 20 minutos depois do incidente, a polícia encontrou Yokoyama, que confessou ter roubado os dois mangás. Ao ser preso, o homem disse que “furtou porque não tinha dinheiro para comprar os mangás que tanto desejava”. Disse ainda que “acelerou o carro e não prestou socorro à mulher porque temia ser preso”.

Sunao Yokoyama responderá, no mínimo, por furto, agressão e omissão de socorro. Estará sujeito, ainda, a responder por atropelamento, isso porque Yokoyama se enquadra na posição de um motorista que usa seu veículo para afastar um transeunte enquanto dirige, com o agravante de causar sérios ferimentos à vítima e omitir socorro, caracterizando em crime doloso, ou seja, intencional. Crimes, que no Japão, podem passar de 10 anos de detenção.

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários